quarta-feira, 28/fevereiro/2024
PUBLICIDADE

UFMT articula com ministérios implantação de Parque Tecnológico

PUBLICIDADE
Redação Só Notícias (foto: assessoria/arquivo)

A Universidade Federal de Mato Grosso informou que está em diálogo com diferentes ministérios para discutir investimentos em Ciência, Tecnologia e Inovação. Segundo o pró-reitor de Pós-Graduação, Jackson Resende, os encontros com o vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin e a ministra da Ciência, Tecnologia e Inovação, Luciana Santos, trataram da instalação de parque tecnológico para atender a diferentes programas de pós-graduação da UFMT.

“A pauta principal foi debater apoio para a instalação do parque tecnológico, um importante instrumento para desenvolvimento de projetos de inovação. Esse tipo de projeto de inovação tem grande potencial de adesão às ações de diversos PPG´s da UFMT”, destacou o pró-reitor.

“Além do parque tecnológico, foi debatido com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação o pedido de estudo de viabilidade de criação de uma unidade de Centro de Tecnologia Mineral no estado de Mato Grosso, visando o desenvolvimento da cadeia de mineração no Estado. Foi apresentado também a necessidade da conclusão da expansão da rede RNP de internet de alta velocidade no estado, buscando a interligação das unidades de ensino da UFMT, da UNEMAT com órgãos do Estado”, pontuou o professor Jackson Resende a respeito da atuação da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa.

O pró-reitor de Pós-Graduação enfatizou que o Parque Tecnológico é uma estrutura fundamental para empresas na área de tecnologia. “O Parque Tecnológico comporta uma infraestrutura que servirá de apoio para a instalação de empresa tecnológicas, bem como ações de incubação de empresas de base tecnológica”, disse o professor Jackson Resende.

O Parque Tecnológico contará com instalações físicas próximas do Câmpus da UFMT em Várzea Grande. “Assim, o parque tecnológico possui enorme aderência aos cursos do Campus de Várzea Grande como Engenharia de transporte, engenharia de controle e automação, engenharia de minas, engenharia química e engenharia de computação, que ficarão instalados fisicamente muito próximo ao Parque”, explicou o pró-reitor de Pós-Graduação. A atuação também será aberta com cursos do Câmpus de Cuiabá.

“Dessa forma, a sinergia do parque com os pesquisadores e estudantes do Campus de Várzea Grande, bem como dos cursos de tecnologia do Campus de Cuiabá será intensa e sua instalação será um divisor de águas para a Estado de Mato Grosso”, finalizou o professor a respeito dos encontros que contaram com a participação da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Mato Grosso e a Universidade do Estado de Mato Grosso.

Receba em seu WhatsApp informações publicadas em Só Notícias. Clique aqui. 

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Via Brasil BR-163 – Programação Semanal de Obras na BR-163

Semana de 26/02/2023 a 01/03/2023 - Via Brasil BR-163,...

Colisão entre motos na MT-140 em Sinop deixa dois feridos

O acidente envolvendo a Yamaha YBR preta e outra moto...

Espaços esportivos de Nova Mutum serão revitalizados e R$ 854 mil investidos

A prefeitura fará certame licitatório, previsto para dia 14...

Jiboia é encontrada escondida em jardim de residencial em Mato Grosso

O Corpo de Bombeiros foi acionado hoje para fazer...
PUBLICIDADE