Educação

Seduc prorroga até o dia 3 de setembro inscrições para alfabetizadores em Mato Grosso

O prazo de inscrições para os alfabetizadores e indicação dos coordenadores locais do programa Mais MT Muxirum, lançado pela secretaria de Estado de Educação foi prorrogado até o dia 3 de setembro devido à alta demanda. O programa contará com 107 coordenadores municipais e 3.406 alfabetizadores em 60 municípios. A inscrição do alfabetizador deve ser feita na secretaria municipal de Educação, que é responsável por indicar o coordenador local. A seleção dos alfabetizadores será feita por meio de análise do curriculum e entrevista. As Diretorias Regionais de Educação  estão disponíveis para ajudar no processo.

Caberá ao alfabetizador realizar busca ativa e mobilizar jovens, adultos e idosos, não alfabetizados, e apresentar ao coordenador local, para ingresso e constituição das turmas de alfabetização. As turmas, em áreas urbana e rural, deverão ter no mínimo oito estudantes e no máximo 14.

O alfabetizador ainda será responsável por realizar atividades de avaliação dos estudantes mensalmente, para acompanhamento da trajetória da aprendizagem. Realizar visitas às residências dos estudantes faltosos, para conhecer os motivos da ausência e incentivá-los a retornar.

O coordenador local, após auxiliar na seleção dos alfabetizadores, deverá atuar como facilitador formador deles. Também fica responsável por fazer visitas periódicas e acompanhar o processo de ensino aprendizagem dos estudantes, pelo menos uma vez ao mês nos locais onde estão localizadas as turmas de alfabetização.

Ainda será de sua responsabilidade acompanhar e orientar o trabalho pedagógico desenvolvido pelos alfabetizadores, intervindo, quando necessário, em função dos pressupostos teórico-metodológicos da alfabetização estabelecidos pelo programa.

O alfabetizador receberá uma bolsa mensal no valor de R$ 600,00 no período de seis meses. O coordenador local receberá bolsa mensal de R$ 1 mil, pelo período de sete meses. O bolsista deverá participar da formação inicial e da formação continuada, com o objetivo de qualificação ou atualização sobre os elementos didático-pedagógicos e administrativos do programa.

A jornada de trabalho do alfabetizador com os estudantes será de 12 horas semanais – 3 horas, quatro dias da semana -, em um único período. O horário de atendimento será planejado pelos coordenadores e alfabetizadores.

Poderão se inscrever graduados em Pedagogia ou em outras Licenciaturas. Excepcionalmente, onde não houver o profissional graduado, poderá assumir quem possua formação de nível Médio e/ou pessoas que já trabalharam no Programa Mais MT Muxirum, bem como as que tenham experiência em alfabetização de jovens e adultos.

O edital destaca que o coordenador deverá ter, preferencialmente, experiência em gestão escolar, alfabetização de jovens e adultos, graduação em Pedagogia ou em outra licenciatura e disponibilidade para se dedicar às atividades de coordenação local do programa, bem como para participar da formação inicial e continuada.

O quadro de alfabetizadores selecionados pelo Coordenador Local deverá ser divulgado pela Secretaria Municipal de Educação.

O Mais MT Muxirum terá investimentos de R$ 14,7 milhões no segundo semestre de 2021 e vai atender 48.399 pessoas com mais de 15 anos que não sabem ler e escrever, em 60 municípios. O objetivo do Governo do Estado é erradicar o analfabetismo nos próximos cinco anos. O programa será desenvolvido por meio do regime de colaboração entre Estado e municípios.

Redação Só Notícias (foto: assessoria)