Educação

Seduc e prefeitura de Várzea Grande fazem parceria para avanços na Educação

A secretaria de Estado de Educação assinou um termo que cede à prefeitura de Várzea Grande o uso do prédio da escola estadual Mercedes Paula Soda, localizado no bairro Jardim Paula para atender alunos do 1º ao 5º ano do ensino fundamental. Os alunos da escola Mercedes de Paula foram transferidos, no final do ano passado, para as escolas Nadir de Oliveira e Maria Leite Marcoski. A ação faz parte do processo de reordenamento da rede estadual de ensino.

O termo foi assinado pelo prefeito Kalil Baracat e pelo secretário de Estado de Educação, Alan Porto. Participaram do ato o chefe de gabinete da vice-governadoria, Tony Rachid, e o secretário de Educação de Várzea Grande, Silvio Fidelis.

Porto ressaltou que a secretaria estuda o redimensionamento de outras unidades em Várzea Grande. Neste processo, o município assume os anos iniciais do Ensino Fundamental, além da educação infantil, e ao Estado fica com a responsabilidade pelos anos finais do ensino fundamental e pelo ensino médio, como determina a legislação federal. “Neste redimensionamento, o Estado, além de ceder aos municípios prédios para atenderem alunos dos anos iniciais, dá todo o suporte, inclusive financeiro, quando necessário. Nosso objetivo é utilizar melhor os prédios que temos, garantir um ambiente de mais qualidade com foco na recuperação da aprendizagem dos nossos estudantes, tão prejudicada com a pandemia da Covid”.

O secretário enfatizou que até o final do ano passado, o governo do Estado, por meio do Programa Mais Mato Grosso, vai investir R$ 936 milhões na melhoria da infraestrutura das escolas e construção de novas, além das áreas tecnológica e pedagógica. “Nossa meta é melhorar nossos índices da educação e ficar entre os melhores do país”.

Baracat reforçou que a parceria com o Estado tem ajudado em muito a melhoria da educação no município e afirmou que o objetivo da gestão é ampliar cada vez mais este regime de colaboração. “Precisamos retomar as aulas. As crianças precisam estudar, precisam da presença do professor em sala de aula. Com a vacinação, nosso planejamento é retomar as aulas em agosto”.

Redação Só Notícias (foto: assessoria)