Educação

Sintep quer 12% de reposição para servidores da Educação em Lucas do Rio Verde; prefeitura propõe 5%

O Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público (Sintep) de Lucas do Rio Verde realizou assembleia geral e reivindica reajuste salarial mínimo 12,84%. Inicialmente, a proposta do executivo é de 5%. “A classe não acatou a proposta, e solicitou uma resposta da prefeitura até a sexta-feira. Nesta data, também teremos uma nova assembleia”. “Solicitamos no mínimo esse índice, que já foi calculado com base no piso nacional. Nosso primeiro objetivo era até um pouco maior, de 16,42%, mas a gente aceita desde que eles considerem 12,84% como mínimo. Tivemos dois ofícios de propostas do município, reprovamos ambos e a gente almeja esse valor”, destacou a presidente.

Ainda conforme Tânia “isso em cumprimento do piso nacional, que é uma lei, e não uma determinação de governo, então queremos o cumprimento. Além disso também temos o embasamento do plano municipal de educação, que é uma lei municipal, que segue a estadual e nacional. Como também trás a valorização da carreira de forma continua”, acrescentou. A categoria decidiu pelo estado de greve.

Outro lado
A assessoria da prefeitura de Lucas do Rio Verde destacou, ao Só Notícias, que o município “já paga acima do piso nacional, estamos concedendo reposição de inflação além de um ganho real. Estamos abertos ao diálogo”. “Essas negociações são naturais, e queremos mantê-las, continuar conversando e debatendo, para que a categoria se sinta valorizada”.  “Esses 12,84% da Lei Federal não se aplicam a Lucas justamente porque já pagamos acima do piso nacional”. “Além disso existe estudo de impacto financeiro dentro da prefeitura, estamos fazendo, por exemplo, o 2º maior concurso público da história de Lucas e a grande maioria das vagas é voltada para a Educação. Isso vai trazer um impacto muito grande para nossa folha salarial, que nós devemos considerar e agir com responsabilidade. Estamos sempre preocupados em manter uma valorização salarial porque entendemos que é preciso melhorar o poder de compra, e nós estamos dispostos a negociar”, expõe.

Ainda foi apontado que a prefeitura vem realizando diversas ações para melhora da Educação em todos os âmbitos. “Hoje temos a melhor Educação do Estado. Contamos com tecnologia, robótica, aeronáutica, matemática on-line, uma série de iniciativas dentro de nossas escolas que trazem para nós o segundo melhor Ideb do Estado”. “No entanto, sabemos que a categoria conhece, respeita e entende todas essas ações, mas querem uma valorização salarial, e nós queremos dá-la, obviamente pensando e projetando o município para o futuro, entendendo as limitações e impactos financeiros e trabalhando com responsabilidade, para não comprometer as contas do município para os próximos gestores”, completa a prefeitura.

Só Notícias/Luan Cordeiro e Altair Anderli, de Lucas do Rio Verde