Educação

Estudante deficiente visual vence etapa de feira de ciências em Sinop

Com o projeto “Material Manipulável Para o Ensino das Funções Quadráticas Voltadas para Alunos Deficientes Visuais”, o aluno do ensino médio da escola estadual Nilza de Oliveira Pipino, Ricaom Vikitor, de 16 anos, foi o vencedor da modalidade juvenil da 7ª Feira de Ciência de Sinop. O estudo do adolescente, que é deficiente visual, teve como foco o ‘multiplano’, que é um material pedagógico utilizado para trabalhar operações matemáticas. O aluno vai, agora, para a etapa regional, que deve acontecer em Cuiabá.

“Foi um acontecimento muito especial. Quando se dedicamos por algo, procuramos o melhor e devido a isso encontramos o que se procura. Essa é uma prova de que a inclusão está avançando cada vez mais, principalmente na educação”, contou Ricaom, ao Só Notícias.

O estudante concorreu com outros competidores não-deficientes de 10 escolas públicas e privadas do município. “Meu sentimento é que, mesmo não vendo, estamos sendo mais vistos pela sociedades. Estão percebendo, que os deficientes também são capazes de se desenvolver”. “Nosso próximo passo, é lutar pela inclusão no mercado de trabalho e a educação é o começo de tudo”.

Já a professora de sala de recursos e orientadora de Ricaom, Lia Mara dos Santos, destacou que por meio do multiplano “os alunos com deficiência visual conseguem estudar matemática com mais facilidade, e motivação”.

O projeto foi desenvolvido por meio de parceria com a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), campus Sinop, que disponibilizou um auxiliar no campo da matemática para colaborar com as pesquisas do estudante.

Redação Só Notícias