segunda-feira, 15/abril/2024
PUBLICIDADE

Estudante de Sorriso é selecionado no Jovem Embaixador

PUBLICIDADE

A estudante Yesa Portela Ormond, da Escola Estadual Senador Filinto Muller, da cidade de Arenápolis, Laysa Mathias de Jesus, da Escola Estadual Mário Spnelli, instalada em Sorriso, e Jorge de Alencar Palomares, do Instituto Federal de Mato Grosso, campus Cuiabá/Bela Vista, concorrem a uma vaga para o programa de intercâmbio Jovens Embaixadores, que proporcionará a convivência com uma família americana pelo período de três semanas aos selecionados brasileiros. O principal objetivo do programa é valorizar e promover o fortalecimento da educação pública por meio desses jovens, transformando-os em modelos para seus colegas e a comunidade. O Jovem Embaixador nasceu em 2002 e há três anos a Secretaria Estadual de Educação (Seduc) aderiu a proposta.

A organizadora da ação, professora Gláucia Ribeiro, da Coordenadoria de Projetos Educativos, ligada a Superintendência de Educação Básica (Sueb), explica que as inscrições ao projeto, normalmente, são abertas pela Embaixada Americana no mês de abril. "É uma oportunidade singular e o projeto é voltado, especificamente, para os estudantes da rede pública", frisa.

A escolha do estudante que irá participar da seletiva nacional do intercâmbio será realizada pela Embaixada Americana e os dois semi-finalistas irão participar no mês de julho de 2011 de um programa de imersão em língua inglesa, em Brasília. O grande finalista será conhecido em 26 de outubro.

Ela explica que os estudantes brasileiros selecionados também frequentarão aulas em uma escola de Ensino Médio ("high school") e farão apresentações sobre o Brasil e seus respectivos estados. Todos receberão ajuda do governo dos EUA e das instituições patrocinadoras do programa, sem nenhum custo financeiro para os participantes.

No total, dez estudantes da rede pública mato-grossense, participaram na tarde de ontem do processo de seleção, que foi realizado em parceria pela Secretaria Estadual de Educação (Seduc) e a Escola Number One, em Cuiabá. A avaliação oral foi embasada em 4 perguntas formuladas pela Embaixada Americana e aplicadas pelas professoras Laura Santiago e Juliane Tenuta. A desenvoltura dos alunos, a fluência na Língua Inglesa, a maturidade apresentada durante o processo, foram itens avaliados. Válido dizer que nesse teste também são apresentadas situações para avaliação do espírito de liderança e de equipe.

"Ficamos surpresas com o nível apresentado. Cada um desses estudantes, nas suas comunidades, buscou se aperfeiçoar, e apresenta muito boa fluência, excelente desenvoltura", explica Laura, diretora da Number One, em Cuiabá. Ela ainda cita que foi selecionada, no ano de 1998, para viajar aos Estados Unidos, como Embaixadora da Paz, e sabe a importância que uma atividade como essa carrega. Ela ainda explica que encaminhou a intranet da Number One a sugestão para que colegas de outros estados procurem as respectivas secretarias de educação para serem parceiros na atividade em 2011.

 

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Prazo para solicitar isenção da taxa de inscrição do Enem começa hoje

Começou hoje o período para solicitar a isenção da...

Estudantes de Sinop embarcam para competição mundial de robótica nos EUA

Onze estudantes da rede estadual de ensino em Sinop...

Unemat oferta vagas remanescentes no curso de Medicina

A Universidade do Estado de Mato Grosso disponibilizou 22...
PUBLICIDADE