Educação

Começam na próxima 2ª feira aulas na rede estadual na modalidade híbrida

As aulas na rede estadual de ensino na rede estadual serão retomadas, na modalidade híbrida, na próxima segunda-feira com investimentos de mais de R$ 170 milhões em biossegurança e infraestrutura física, na área pedagógica e tecnológica pelo governo do Estado. Todas as unidades possuem plano de contingência contra Covid, receberam as orientações sobre a nova forma de funcionamento e todas as medidas que precisam ser adotadas em casos suspeitos ou confirmados Coronavírus.

A primeira semana será de acolhimento aos profissionais e estudantes. Na segunda-feira e terça-feira, a secretaria estadual de Educação fará lives inaugurais de volta às aulas na modalidade híbrida, voltadas a todos os servidores.

O acolhimento aos estudantes começa na quarta-feira (4), em revezamento elaborado por cada unidade escolar. Na primeira semana, os alunos serão recebidos em dias alternados. Eles foram divididos em Grupo A e Grupo B. A divisão foi feita por cada unidade escolar, responsável pela comunicação aos pais.

No mesmo dia, vão para as escolas os estudantes do Grupo A. No dia 5, será a vez dos estudantes do Grupo B. Esses dias serão fundamentais para que os estudantes conheçam como as escolas vão funcionar.

A partir do dia 10 de agosto começa o revezamento semanal.  Desta forma, até o dia 14 estarão de forma presencial os integrantes do Grupo A. Na semana seguinte, será a vez dos estudantes do Grupo B, consecutivamente até o final do ano letivo.

Na semana que o estudante não estiver em atividade presencial, terá estudo dirigido. É importante ressaltar que pais e responsáveis poderão visitar as escolas e tirar dúvidas. Para isso, é necessário fazer agendamento com a direção da unidade escolar para evitar aglomerações.

Dentro da sala de aula é obrigatório manter o distanciamento social de 1,5 metro e usar a máscara de proteção facial. As carteiras e mesas estarão organizadas em uma mesma direção.

Caso o responsável pelo estudante decida mantê-lo em atividade 100% remota, deverá assinar um termo de responsabilidade, se comprometendo a retirar e devolver as atividades no período estipulado pela escola; acompanhar a rotina de estudos; apoiar e incentivar o estudante na realização das avaliações; incentivar a participação nos simulados, para estudante matriculado no ensino médio; incentivar a participação no concurso de redação, para estudante matriculado no 3º ano do ensino médio. Em caso de atividades que o estudante não consiga desenvolver, deverá ser registrada por este uma observação para o professor.

Quanto aos estudantes com comorbidades, a orientação é que continuem em atividades 100% remotas neste primeiro momento, mas a participação presencial poderá ocorrer desde que o responsável assine um termo de autorização na unidade escolar.

Estudantes atendidos exclusivamente de forma remota terão sua presença computada, considerando: 25% da frequência, ao retirar as atividades e 75% da frequência, ao devolver as atividades.

Considerando que os grupos estarão com um número menor de estudantes por sala de aula, também poderão ser utilizados outros espaços, como quadras poliesportivas, pátios e/ou áreas de lazer, de modo que as medidas de biossegurança sejam respeitadas.

As equipes gestoras foram orientadas a planejar momentos de intervalo e lanche diferentes, com áreas de circulação demarcadas, para facilitar a limpeza.

Redação Só Notícias (foto: Marcos Vergueiro/assessoria)