Educação

Aulas nas escolas municipais em Sinop retornam no começo de maio 

As aulas presenciais em 17 unidades da rede municipal de ensino serão retomadas a partir do dia 3 de maio. A decisão leva em consideração o decreto assinado, ontem, pelo prefeito Roberto Dorner (Republicanos), que autorizou o início das atividades nas escolas, após o risco de contágio da covid-19 em Sinop cair de “muito alto” para “alto”. 

A secretária municipal de Educação, Esporte e Cultura, Sandra Donato, explicou que o planejamento é para que as aulas sejam retomadas gradualmente nas outras unidades. Por enquanto, as creches, que atendem crianças de até três anos, seguirão sem atividades presenciais. 

Estabelecemos um planejamento junto com os gestores das unidades educativas, no qual ficou definido para o dia 3 de maio o retorno das unidades que já estavam em funcionamento e, com elas, retornarão mais seis unidades, totalizando 17 escolas. E aí, sucessivamente, continuam retornando as unidades. Dia 10 de maio retornam mais seis. Dia 17, mais seis também. Dia 24, mais cinco. Dia 31, mais seis também. Totalizando todas as que estavam previstas de acordo com o cronograma estipulado no início do ano”. 

Na primeira etapa, retomarão as aulas as unidades Aleixo Schenatto, Taciana Jordão, Basiliano do Carmo, José Reinaldo, Valter Kunze, Centro Educacional, Uilibaldo Vieira, Monteiro Lobato, Tatiana Belinky, São Francisco de Assis, Pequeno Príncipe, Alvorada, União, Cecília Meireles, Tempo de Infância e Gente Feliz. 

A secretária também explicou como essas unidades irão atender, inicialmente. “Neste momento, como estamos com risco alto é importante ressaltar que o sistema será com 50% da capacidade. Na segunda-feira, será o grupo 1. No dia seguinte, o grupo 2. Então, quando o grupo 1 participa (presencialmente), o grupo 2 fica em sistema online. A sexta-feira continuará em formato de tira-dúvidas”, detalhou. 

A prefeitura também autorizou o reinício das aulas nas escolas particulares e universidades, que, no entanto, seguem um cronograma próprio. “Não podemos deixar de ressaltar que também estão inseridas as escolas particulares, que já retornam essa semana. Algumas já retornaram e outras estão por retornar. Gostaríamos de enaltecer o trabalho de todas as unidades. Hoje, não se difere a educação, então, diante do decreto, entra tanto as particulares, como as municipais”. 

Conforme Só Notícias já informou, além das aulas, o prefeito Roberto Dorner também decidiu alterar o horário de funcionamento do comércio, que há várias semanas estava sendo até as 20h, e agora vai para as 22h, de segunda-feira a sábado. Aos domingos, o atendimento será até às 14h. O horário do toque de recolher começará a partir das 23h (atualmente é às 21h). As novas medidas passaram a vigorar a partir desta quinta-feira.

Só Notícias/Herbert de Souza (foto: assessoria)