Educação

Acadêmicos da UFMT em Sinop desenvolvem projeto para saúde mental

Criado por estudantes da Universidade Federal de Mato Grosso, câmpus de Sinop, com apoio da Pró-reitoria de Assistência Estudantil, o projeto “Ei, Se Acalme!” cria rede de comunicação sobre saúde mental e bem estar, que por meio de palestras on-line com profissionais de várias áreas e com posts em rede social abordam diversos assuntos relacionados ao tema.

O intenso volume de notícias sobre a Covid-19 e seus impactos, assim como a circulação de notícias falsas sobre o tema potencializam o processo de vulnerabilidade psicológica, que pode se manifestar de diferentes formas como pânico social, angústia, ansiedade, insegurança, depressão, entre outros. Essas manifestações podem ser desencadeadas pelo medo de morrer ou perder entes queridos, pela instabilidade financeira ou até mesmo pela necessidade de se manter em isolamento social.

Determinados grupos de indivíduos tendem a desenvolver impactos psicológicos mais severos que outros, como por exemplo, os estudantes, que podem apresentar níveis elevados de depressão, ansiedade e estresse.  Com o aumento do uso de redes sociais, na tentativa de auxiliar no problema da desinformação e contribuir para preservar a saúde física e mental dos indivíduos, surge a ideia do projeto.

“Buscamos com essa iniciativa contribuir para a diminuição da evasão dos estudantes através da produção de conteúdo relevante para o atual contexto e de cunho científico, uma vez que pesquisas mostram que discentes possuem mais facilidade em desenvolver níveis severos de depressão, ansiedade e estresse durante a pandemia, tendo assim, sua saúde mental afetada negativamente, problematizando, então, a vida acadêmica”, afirmou a estudante do 5° semestre de química e coordenadora da iniciativa, Sarah Soares da Silva.

O projeto proporciona, por meio de mídias sociais, um ambiente de propagação de informações, interação e inclusão, voltado prioritariamente para estudantes, sejam eles de ensino superior ou não, bem como para a comunidade em geral. Segundo declaração da Organização Mundial da Saúde, o bem-estar mental está relacionado com a forma que o indivíduo reage às adversidades, desafios e mudanças da vida.

O perfil conta com informações sobre saúde mental e higienização, correlacionadas com o cotidiano e com ênfase nos fundamentos científicos de cada uma das informações. Assim como, dicas de lazer que respeitem as regras de distanciamento social impostas pela OMS. Serão realizadas palestras virtuais com profissionais de diversas áreas como psicólogos, neuropsicólogos, químicos, médicos, farmacêuticos, enfermeiros, além de gastrônomos, cabeleireiros, maquiadores, personais trainers, entre outros.

Fazem parte da iniciativa a aluna, também do 5°semestre de química, Giovana de Souza Mantovani e a professora Edjane Rocha dos Santos. As informações são da assessoria.

Redação Só Notícias (foto: arquivo/Só Notícias)