Economia

Vendas no Natal cresceram até 13% em Mato Grosso, aponta Asmat

O Natal de 2018 foi um dos melhores para o segmento de supermercados em Mato Grosso. As vendas cresceram, em média, de 10% a 13%, de acordo com a Associação de Supermercados de Mato Grosso (Asmat). Nas gôndolas restaram poucos produtos, que agora estão em promoção, o que favorece a compra por parte do consumidor. Ainda são encontrados panetones, por exemplo, por preços a partir de R$ 5,99. Algumas aves também sobraram, mas em menor volume.

A oferta é chamariz para alguns consumidores que são ávidos por comidas natalinas. O gesseiro Nilton Rodrigues, 38, comprou 6 panetones em dezembro, mas não nega o desejo de comprar mais caso encontre preço bom. “A minha mulher gosta e compro no Natal. Gosto mais de chocolate. Comprei 6 unidades, dei para minha mãe e irmã e fiquei com o resto”. Segundo ele, comprou mais que no ano anterior, “porque sobrou dinheiro”. “Se tiver mais barato vamos comprar, caro não”.

Para aqueles que não têm paixão pelo produto, nem mesmo o preço é atrativo. “Não gosto de panetone. Na minha família até tem quem coma, mas acabo não comprando”, diz a empregada doméstica Ambrosina de Campos, 60. Apesar das exceções de consumo, as vendas do Natal foram um sucesso, de acordo com o presidente da Asmat, Alessandro Morbeck, que estima crescimento dentro da média nacional, de 10,27%. “A venda de itens como panetones e frutas cristalizadas foram muito boas, chegando a superar esse percentual, com 12% a 13% de acréscimo em relação ao ano passado”, revela. “As sobras de panetones ocorreram dentro de um volume normal. Com pequenas promoções vamos zerar o estoque rapidamente”.

Segundo ele, o peru é o único item que decepcionou e gerou decréscimo nas vendas, embora o setor estivesse otimista e esperasse crescimento de 7,14% antes do Natal. “Houve uma mudança no consumidor, talvez por questão de custos ou por formatação da ceia, que provocou decréscimo na demanda em relação a 2017”, completa

Izilda Maria da Silva, gerente geral de operações da Rede de Supermercados Comper, revela que os panetones foram os únicos itens que restaram nas lojas, cerca de 10% do total. O produto está sendo vendido a preços até 40% menores e variam de R$ 5,99 a R$ 90, conforme o tamanho e a marca. Ela avalia que a promoção tem sido atrativa para zerar o estoque, mas adianta que as vendas já superaram as de 2017.

Uma rede de supermercados não revelou o quanto os preços baixaram, mas informa que tem produtos natalinos à disposição na liquidação de início de ano, como panetones, aves sazonais, tender, bacalhau, carnes especiais, entre diversos outras mercadorias. Há panetones de R$ 6,72 até R$ 124,90, variando de acordo com o tamanho e marca.

A Gazeta