Economia

Vendas no ‘comércio varejista ampliado’ em Mato Grosso crescem 4%

O IBGE informou, hoje, que na passagem de abril para maio, as vendas no comércio varejista de Mato Grosso caíram 2,1% se comparado com maio do ano passado. Mais 6 Estados ficaram no vermelho e a maior queda foi no Distrito Federal com -2,5%. Neste segmento estão setores de combustíveis, supermercados, tecidos, vestuários, móveis/eletro, farmacêuticos/médicos materiais para escritório e informática.

Por outro lado, Mato Grosso teve crescimento de 4,6% nas vendas em maio se comparada a igual período de 2017, no setor de comércio varejista ampliado – veículos, motos, peças, materiais de construção. A nível nacional, este setor teve queda de 4,9%  em relação a abril de 2018.

A nível nacional o IBGE constatou que "em maio de 2018, o volume de vendas do varejo, após ajuste sazonal, mostrou recuo
no volume de vendas, expresso não só pela variação de -0,6% na comparação com abril, com também pelo predomínio de resultados negativos entre as atividades do varejo pesquisadas. Ainda na série com ajuste sazonal, os sinais de menor intensidade nas vendas no varejo permanecem evidenciados na evolução do índice de média móvel trimestral, que, ao registrar 0,4% no trimestre encerrado em maio, mostrou menor ritmo em relação ao resultado registr ado no mês anterior (0,6%). No confronto com igual mês do ano anterior, em maio de 2018, o varejo nacional mostrou crescimento (2,7%), décimo quarto
consecutivo nessa comparação, porém com predomínio de taxas negativas entre as atividades pesquisadas. Esse resultado, generalizado entre as atividades, é justificado especialmente pelos efeitos da greve dos caminhoneiros iniciada em 21 de maio interrompendo o abastecimento em várias unidades comerciais no país".
 

 

 

Só Notícias/David Murba (foto: divulgação/arquivo)