Economia

Sinop: pesquisa aponta que 41% dos empresários acham que pandemia não está impactando na economia

O levantamento feito pelo Centro de Informações Socioeconômicas (CISE), com 119 empresários, apontou que 73% dos comerciantes não vão contratar funcionários temporários em dezembro quando, tradicionalmente, as vendas em diversos segmentos aumentam considerando também o horário ampliado de funcionamento de centenas de lojas. 13% dos entrevistados afirmaram que pretendem contratar.  Dos empresários que vão contratar, 8% disseram que os temporários devem ficar trabalhando um mês, 20% pretendem empregá-los por 3 meses, 7% por dois meses e 8% permanentemente. 65% não souberam responder.

A pesquisa, feita em parceria com a CDL, apurou que 42% dos empresários afirmaram que pretendem fazer promoções específicas no período de pagamento do 13º salário. 41% responderam que não e 17% não responderam.

Os pesquisadores também perguntaram aos empresários se acreditam que o Coronavírus está impactando a economia local. 59% dos entrevistados afirmaram que a pandemia vai impactar. Na pesquisa não é detalhado se o principal fator é redução de vendas ou aumento na inadimplência. 41% dos entrevistados afirmaram que não está impactando suas atividades comerciais. Empresas de diversos segmentos, como a construção civil, por exemplo, estão com vendas aquecidas há meses.

A partir de junho, empresas de diversos segmentos como escolas particulares, universidades, lanchonetes, restaurantes, bares, dentre outros, tiveram atividades reduzidas, por conta dos casos de Covid, para evitar aglomerações e risco de aumentar casos da doença. Com isso, tiveram fortes impactos negativos em suas receitas. Houve toque de recolher entre junho e agosto também restringindo atividades de muitos estabelecimentos comerciais, além de redução no horário de funcionamento no período noturno. As empresas impactadas voltaram a funcionar normalmente a partir de 8 de agosto.

 

Só Notícias/David Murba (foto: Só Notícias/Guilherme Araújo/arquivo)