sexta-feira, 21/junho/2024
PUBLICIDADE

Sindicato recusa 4,5% de reajuste salarial para funcionários do setor madeireiro no Nortão

PUBLICIDADE

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção e do Mobiliário da Região Norte do Estado (Siticom), Eder Cordeiro Pessine, disse em entrevista ao Só Notícias, que o percentual de reajuste salarial proposto pelo Sindicato das Indústrias Madeireiras do Norte do Estado (Sindusmad) é muito baixo e dificulta as negociações entre as categorias. “É de 4,5% parcelado em duas vezes, com parcelas distantes uma da outra. Isso dificulta qualquer tipo de negociação. Esse percentual pode até representar o INPC (Índice Nacional de Preço), mas não é a nossa realidade. Nós pedimos 12% por entender que além do INPC existe também uma defasagem que vem de anos anteriores e que não conseguimos repor”, expôs.

A reunião para aumentar os salários foi realizada na sexta-feira, como não houve acordo, novo encontro entre Sindusmad e Siticom está marcado para a próxima quarta-feira (24). “A expectativa é que a gente consiga mostrar para eles que a intenção do mercado é um reajuste maior do que eles estão propondo, algo em torno dos 7,5%.O aceitável para gente é 8%. Vamos tentar chegar a um acordo com eles”, informou o presidente do Siticom.

O presidente da Sindusmad, Sigfrid Kirsch, informou que está sendo avaliado o pedido do Siticom, porém, adiantou que o setor está vivendo um momento muito difícil. “Muitas empresas madeireiras estão operando com a metade da capacidade. Um reajuste muito alto, nesse momento, só iria aumentar o desemprego”, concluiu Sigfrid. 

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Nova Mutum define nova área para pesquisas no agro

A prefeitura outorgará a concessão de terreno público (arrendamento)...

Vendas no comércio varejista em Mato Grosso voltam a aumentar

As vendas no comércio varejista em Mato Grosso tiveram...

Empresas em Diamantino contratam 560 profissionais e em são Nova Mutum 176

Em Diamantino, empresas e indústrias ofertam 560 vagas de...
PUBLICIDADE