Economia

Setores de alimentação e transporte impulsionam aumento da inflação em Sinop

A inflação subiu 0,82% em Sinop, mês passado, ficando acima do percentual nacional que foi de 0,24%. Este foi o maior resultado registrado nos últimos 12 meses na capital do Nortão. Até então, dezembro de 2019 liderava, com 0,79%.

A alimentação foi a maior mola propulsora para aumento do índice, com impacto de 1,83%, seguido de habitação 0,95%, transporte de 0,82%, saúde de 0,44%, e residência 0,39%. Na contramão, o grupo de consumo educação apresentou recuo de -022%, e vestuário -0,16%.

Já no acumulado nos últimos 12 meses, a inflação de Sinop alcançou 3,30%, valor maior que o nacional, que conforme o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) é de 2,44%, percentual abaixo da meta definida pelo Banco Central.

Na soma de 2020, Sinop também registra percentual maior que a média nacional, com 1,76%, ante 0,70%, de acordo com os dados apresentados. Ainda consta que O aumento da inflação no mês aponta uma aceleração no aumento dos preços devido ao aumento da demanda e a desvalorização cambial.

Os dados integram o relatório mensal desenvolvido pelo Centro de Informações Socioeconômicas (Cise) da Unemat, em parceria com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Sinop.

Só Notícias/Luan Cordeiro (foto: divulgação/arquivo)