Economia

Queda de embarques e desembarques no aeroporto em Sinop é menor que índice nacional, diz secretaria

A secretaria Nacional de Aviação Civil apontou através de seu sistema que apesar da pandemia do Coronavírus e ter ficado mais de um mês com as portas fechadas, a queda no índice de embarque e desembarque no aeroporto de Sinop, João Batista Figueiredo foi menor que o nacional, considerando o período de janeiro a setembro deste ano em comparação do ano passado.

Em Sinop, durante este período foram 83.301 pessoas passando pelo local, ante 110.267 em 2019, queda de 24,46%. Já analisando todos os aeroportos do país, a média de diminuição foi de 56%, com 62,7 milhões de passageiros em 2020 e 142,6 milhões no ano anterior.

Já comparando com os resultados alcançados no Marechal Rondon, o percentual também foi menor, já que o maior terminal de Mato Grosso registrou 57% de redução (955,5 mil em 2020 e 2,2 milhões em 2019).

Agora, apesar da pandemia, a movimentação no João Batista Figueiredo voltou a aumentar nos últimos meses. Em setembro, por exemplo, 10.416 pessoas passaram pelo local. Em agosto foram 8.668, julho 5.742, junho foram 2.852 e maio (1º mês de retomada) registrou 1.481.

Já em abril, quando o local ficou completamente fechado em decorrência da pandemia, não houve movimentação. Em março foram 12.598, fevereiro 17.773, e janeiro, mês recordista, registrou 23.771 pessoas passando pelo local.

Na movimentação de aeronaves, a queda foi de 23,38%. Até setembro deste ano foram 911 aviões pousando e embarcando em Sinop, ante 1.189 no mesmo período em 2019

Só Notícias/Luan Cordeiro (foto: Só Notícias/arquivo)