Economia

Quase metade dos contribuintes ainda não declarou Imposto de Renda

A Receita Federal recebeu até as 16 horas desta sexta-feira 10,8 milhões de declarações do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) 2005, relativa aos rendimentos recebidos em 2004. O volume de documentos entregue até o momento é 9% superior ao do mesmo período do ano passado e já supera a metade das 20 milhões esperados este ano.

Os contribuintes que ainda não prestaram contas têm somente uma semana para fazê-la, já que o prazo termina dia 29. Está obrigado a prestar contas o contribuinte que teve rendimentos sujeitos à tributação superiores a R$ 12.696 no ano passado.

O dia de maior movimento desde o início do período entrega, em 1º de março, foi registrado esta semana. Na terça-feira, mais de 485 mil contribuintes enviaram suas declarações. Por hora, a Receita tem recebido uma média de 50 mil declarações.

O supervisor nacional do Imposto de Renda, Joaquim Adir, alerta para os incômodos de as pessoas deixarem para fazer a declaração na última semana. Adir explica que o sistema da Receita tem capacidade para receber 3 milhões de documentos por dia.

Mas adverte que o contribuinte pode deparar-se com um sistema lento no momento de transmitir a declaração. ¿O ideal seria que as pessoas fizessem a entrega, tomando o cuidado para não fazê-la nos últimos dias”, observa Adir, lembrando que o grande número de acessos à internet pode sobrecarregar o sistema de telefonia.

A declaração pode ser enviada pela internet (www.receita.fazenda.gov.br), em disquete (Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal), pelo telefone 0300-78-0300 ou ainda em papel (Correios). Quem perder o prazo estará sujeito à multa mínima de R$ 165,74, limitada a 20% do imposto devido.