Economia

Produtores querem cobrar logo pedágio em rodovia em Nova Mutum

A rodovia que liga Nova Mutum a Santa Rita do Trivelato, passando pela comunidade Novo Horizonte, terá duas balanças e uma praça de cobrança de pedágio. A informação é de Egom Hoeper, presidente da Associação dos Beneficiários da Rodovia da Produção.
“Inicialmente nós tínhamos planejado colocar apenas uma balança, mas agora o projeto inclui a instalação de duas balanças. Estamos aguardando a assinatura do convênio com o Governo do Estado. Na semana que vem o projeto deve ficar pronto”, ressaltou.

Segundo o presidente, a instalação da praça de pedágio está avaliada em cerca de R$500 mil. Esse custo será arcado pelo governo, mas a administração da Praça de Pedágio deverá ser por conta da Associação de Produtores. “Os produtores estão nos cobrando a instalação imediata dessas balanças e o início da cobrança de pedágio, porque aqueles que contribuíram se sentem prejudicados por aqueles que não deram nenhuma saca de soja e estão usufruindo da rodovia”, afirmou Hoeper. Os produtores que estão participando da associação terão tiques-pedágios, de acordo com a cota de contribuição.

No ano passado, 53 quilômetros foram asfaltados na primeira etapa. Neste ano, 10 já estão praticamente concluídos e devem ser liberados para tráfego até no final de julho. “Com esses 10 km, vamos estar chegando com o asfalto até na entrada da comunidade Ranchão, passando pela comunidade de Novo Horizonte. Nossa meta é concluir esses 36 km ainda este ano, se não faltar recursos”, explicou ele.

Atualmente, a associação conta com pouco mais de 100 agricultores e o momento vivido pelo setor agrícola não é dos melhores. O custo total da obra, a ser realizada através de parceria entre produtores rurais e Governo Estadual, é de R$ 32 milhões. No ano que vem, para concluir a obra, restará um trecho de 26 quilômetros para finalmente chegar a Santa Rita do Trivelato.