segunda-feira, 20/maio/2024
PUBLICIDADE

Prefeito de Lucas apresenta a Valec sugestões para traçado da ferrovia

PUBLICIDADE

O diretor presidente da Valec, José Francisco das Neves, empresa que deve construir a Ferrovia Centro Oeste, informou ao prefeito de Lucas do Rio Verde, Marino Franz, e o engenheiro Dionei Xavier durante reunião, ontem, em Brasília, que a obra está garantida no PAC 2. Marino foi apresentar sugestões de uma nova rota para o traçado da ferrovia e também sugestão de locais para a implantação do porto seco em Lucas do Rio Verde. José Francisco das Neves agradeceu o empenho com que o prefeito tem defendido a implantação da ferrovia do Centro Oeste. Ele não pôde estar em Lucas do Rio Verde na apresentação do projeto, este mês, mas teceu elogios pela organização e sucesso do evento que contou com a participação de mais de 500 pessoas. Foi representado pelo diretor de Projetos da Valec, João Bosco que apresentou os detalhes técnicos do projeto.

Outros dados apresentados por Marino na reunião, que impressionaram o diretor da estatal são os da produção agrícola e pecuária da região por onde passarão os trilhos. Quando em funcionamento a ferrovia terá a capacidade de transportar cerca de 26 milhões de toneladas de grãos, de acordo com levantamento de entidades ligadas ao agronegócio. Ainda durante o encontro, José Francisco anunciou ao prefeito de Lucas, que semana que vem, o projeto da ferrovia estará incluído no Programa de Aceleração do Crescimento 2 (PAC-2), e que as obras estão previstas para começar ainda este ano. Segundo ele, é prioridade o governo investir em logística para escoamento da produção de grãos da região central do Brasil, que hoje é considerada o seleiro do brasil. “A construção da ferrovia do centro oeste é prioridade”, disse o presidente.

Segundo o prefeito Marino o governo acredita na nossa região e a inclusão da ferrovia no PAC-2 prova isso. “O evento aqui em Lucas provou que o interesse não é só do nosso município, mas de todo o estado de Mato Grosso e dos outros estados envolvidos, o José Francisco me deixou mais confiante do que eu já estava, sei que em breve estaremos com as locomotivas passando por aqui”, disse o prefeito Marino.

O ponto de partida deve ser por Uruaçu (GO), até Lucas do Rio Verde serão 1004 km de trilhos, terminando em Porto Velho (RO), com extensão de 1.600 km. Serão investidos na construção R$ 6,2 bilhões com previsão de término em quatro anos.

(Atualizada às 14:31h)

 

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Termina hoje prazo de renegociação do Desenrola Brasil

Os devedores de até R$ 20 mil que ganhem...

Nova Mutum acumula R$ 1,6 bilhão em negociações no exterior

As indústrias em Nova Mutum embarcaram 3,5% dos produtos...

Indústrias em Diamantino chegam a R$ 1 bilhão em produtos exportados

Diamantino está em 14º no ranking de estadual de...

Preço médio dos combustíveis em Sinop tem queda, diz ANP

O mais recente levantamento da Agência Nacional do Petróleo,...
PUBLICIDADE