Economia

Potencialidades de Sinop, do Estado e a construção da Ferrogrão são destaques no EL País

O jornal El Pais, um dos mais conceituados da América Latina, publicou neste domingo, a reportagem ‘o sonho do trem da floresta carregado de soja’ onde destaca a força econômica de Sinop, de onde partirá a Ferrogrão, ferrovia até Miritituba (PA), e também as potencialidades de Mato Grosso. “Definitivamente, de ser um pedaço de floresta esquecido em uma área de transição entre o cerrado e a Amazônia, Sinop é hoje uma próspera cidade do Brasil, com uma renda per capita superior em quase 40% à média do país”, menciona a reportagem de Melissa Chan.

“Mas não é só a questão ambiental que representa um desafio. Para continuar crescendo, é preciso investir em logística”, aponta.” Mato Grosso, que produz nada menos do que 9% da soja mundial e tem 30 milhões de cabeças de gado por apenas três milhões de habitantes, ainda tem capacidade para aumentar a produção a taxas de dois dígitos. Neste ano, de fato, a colheita de soja no Estado deve bater um novo recorde”.

Em outro trecho da reportagem, El Pais menciona que a “Ferrogrão ou trem do grão. É um polêmico projeto de ferrovia que, com investimento de 3 bilhões de dólares (16 bilhões de reais) e 933 quilômetros de comprimento, ligaria as plantações de soja de Sinop e do Mato Grosso ao rio Tapajós através da selva. A construção da via férrea, cuja licitação está prevista para o primeiro trimestre de 2021, é considerada um projeto “estratégico” pelo Executivo de Bolsonaro. Nem mesmo as turbulências econômicas pela pandemia afetarão os planos do Governo, de acordo com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas. Caso se concretize, pois o projeto está há anos em cima da mesa, mas não havia investidores e financiamento, a Ferrogrão permitiria, por um lado, movimentar 40 milhões de toneladas suplementares ao norte, ao coração da floresta, por onde seriam exportadas pela bacia do rio Amazonas.

Clique aqui para ler a íntegra da reportagem.

Só Notícias