terça-feira, 23/julho/2024
PUBLICIDADE

Mato Grosso tem novo recorde nas exportações; ‘grande player internacional’, diz secretário

PUBLICIDADE
Só Notícias (foto: arquivo/assessoria)

Mato Grosso atingiu marca histórica nas operações comerciais com outros países e bateu recorde nas exportações nos de janeiro a maio, com 26,73 milhões de toneladas de produtos vendidos – minérios, grãos, madeiras, carnes e outros – para clientes em diversos países. O Estado também se manteve na liderança do ranking nacional de saldo da balança comercial com um superávit de US$ 12,11 bilhões (33,74% do total nacional) e de US$ 2,57 bilhões apenas em maio (30,13% do total nacional), somando US$ 14 bilhões.

As exportações representam 93,22% desse montante, enquanto as importações totalizam 6,78%, o que justifica o superávit no saldo comercial de Mato Grosso. “Esses números ressaltam a força econômica de Mato Grosso e sua importância no cenário nacional e internacional, destacando-se tanto em exportações quanto em importações, apesar das variações de preço no mercado global”, avaliou o coordenador do Centro de Dados Econômicos da secretaria estadual de Desenvolvimento Econômico, Vinicius Hideki.

A indústria extrativa do Estado destacou-se com os maiores valores de venda para maio em toda a série histórica com mais de 5 mil toneladas comercializadas, representando US$ 5,9 milhões, aumento de 11,79% em relação a maio do ano passado. Os principais produtos foram minérios de chumbo e cobre, farelos e outros resíduos de tratamento de cereais. Já os principais destinos dos produtos da indústria extrativa de Mato Grosso foram China, Chile e Bolívia.

No setor de exportações, o Estado também realizou a segunda operação de etanol do ano de 2024, Foi enviada 1,9 tonelada do produto para Singapura, gerando US$ 11,1 milhões. Outros produtos mostraram crescimento significativo em relação a maio do ano passado – complexo milho (3,22%), complexo madeira (37,93%), complexo algodão (293,22%) e grãos beneficiados (102,47%).

As importações de Mato Grosso somaram US$ 169,32 milhões, uma queda de 27,82% em relação ao mês anterior e de 24,03% comparado ao mesmo mês do ano anterior. Porém, o volume importado apresentou uma variação positiva de 26% em relação a maio do ano anterior, refletindo a baixa nos preços internacionais de adubos e fertilizantes, que são os principais produtos importados pelo Estado. Nos cinco meses, Mato Grosso importou US$ 645 milhões desses produtos químicos, representando 15,8% do total do país, mantendo-se como o maior importador.

“Essa posição de destaque reafirma Mato Grosso como um grande player no comércio internacional, influenciando diretamente a cadeia produtiva agrícola e, por extensão, a economia nacional. O Estado não apenas sustenta sua própria produção agrícola, mas também contribui significativamente para a segurança alimentar e o desenvolvimento econômico do Brasil”, analisou o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, César Miranda.

A informação é da secretaria estadual de Comunicação.

Receba em seu WhatsApp informações publicadas em Só Notícias. Clique aqui. 

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Sinop: moradores se mobilizam para ajudar vítimas de incêndio em 3 quitinetes

Voluntários estão ajudando famílias que residiam em 3 quitinetes...

Empresas de Colíder contratam 31 funcionários e alguns salários chegam a R$ 3,5 mil

Empresas e indústrias de Colíder admitem 31 novas vagas...
PUBLICIDADE