Economia

Mato Grosso gera mais de 1,9 mil vagas de empregos impulsionado por 4 setores da economia

Mato Grosso abriu 1.901 vagas de empregos com carteiras assinadas, em abril, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados, hoje, pelo Ministério da Economia, resultado de 31.263 admissões e de 29.362 demissões. Esse é o quarto mês seguido com saldo positivo. Em março, foram criadas 4.005 vagas.

Mato Grosso foi o quarto Estado que mais criou empregos no Centro-Oeste. Goiás teve o melhor resultado com 11.018 vagas, seguindo de Mato Grosso dos Sul com 4.309 e, no Distrito Federal, 3,7 mil geradas.

Só Notícias constatou ainda, no painel do Caged, em abril, que quatro setores da economia impulsionaram para o resultado positivo em Mato Groso. Os serviços se destacaram com 2.105 pessoas contratadas a mais, resultado de 12.520 admissões e 10.415 desligamentos.

Na sequência, aparece a indústria com 1.217 empregos formais, saldo de 5.881 contratações e 4664 desligamentos. A construção gerou 1.031 empregos com carteiras assinadas, diferença de 3.677 admissões e 2.646 desligamentos.

O comércio — um dos mais impactados com as restrições devido à pandemia da Covid — gerou 999 vagas de empregos a mais, saldo de 11.969 admitidos e 10.970 mandados embora.

Já a agropecuária foi o único setor com saldo negativo ao dispensar 1.347 trabalhadores a mais, resultado de 4.351 demitidos e 3.004 contratados.

Em instantes, mais detalhes

Só Notícias/Cleber Romero (foto: assessoria)