Economia

Mais de 90% das empresas em Sorriso reabrem e presidente da CDL fala em prejuízo incalculável

O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Paulo Silvestre, apontou, há pouco, ao Só Notícias, que pelo menos 90% das empresas comerciais dos segmentos definidos no decreto do governo do Estado reabriram, esta manhã, seguindo as medidas necessárias de higiene e evitando aglomeração. No entanto, ainda não há movimento expressivo de clientes nas ruas e as vendas são baixas. Atualmente, em Sorriso são mais de 6,5 mil empresas.

“O comércio está tímido. Os prejuízos são incalculáveis, as empresas estavam fechadas e as que podiam abrir para fazer entrega, o movimento caiu quase 80%. Vai demorar um pouco ainda a aquecer, ainda mais nesse mês, já que janeiro e fevereiro as vendas também são baixas. O povo viaja. 40% dos trabalhadores ainda estão em casa em home office e cerca de 20% dos empresários optaram para abrir apenas na segunda-feira. O comércio vai voltar gradativamente”, expôs o presidente.

Conforme Só Notícias já informou, a prefeita de Sinop, Rosana Martinelli também seguiu as orientações do decreto do governo de Mato Grosso e revogou a decisão que suspendia funcionamento, por 15 dias, de aproximadamente 12 mil empresas do setor comercial e prestadores de serviços voltaram a funcionar hoje.

O fechamento em Sinop começou na última segunda-feira como uma das medias para prevenir contágio do Coronavírus. As escolas continuam com as aulas suspensas até cinco de abril.

Só Notícias/David Murba (foto: Só Notícias/Lucas Torres)