domingo, 23/junho/2024
PUBLICIDADE

Lideranças da missão de MT se reúnem com presidente do Banco do Canadá e espera investimentos

PUBLICIDADE

A comitiva de Mato Grosso que está em Toronto no Canadá, na maior feira do mundo em mineração, conversou hoje, com o presidente do Banco do Canadá, que após ouvir as demandas recebeu material impresso com informações turísticas e as belezas naturais de Mato Grosso e indicadores econômicos sobre as potencialidades de investimentos no Estado em diversos setores, dentre eles a mineração. “Fizemos visitas aos estandes de quatro províncias canadenses, onde pudemos entender as políticas de apoio ao setor mineral, as políticas de licenciamento da atividade e a relação com as comunidades indígenas em cada uma delas”, explicou o secretário de Desenvolvimento Econômico (Sedec), Ricardo Tomczyk, que integra a comitiva juntamente com diretores da Agência de Fomento do Estado (Desenvolve MT), da Companhia de Mato-grossense de Mineração (Metamat), presidente de cooperativas, prefeitos e o deputado estadual Oscar Bezerra.

“A feira é de impressionar, uma estrutura surpreendente e a gente espera fazer grandes negócios, levar muitos investimentos para a nossa região e todo o Estado. Precisamos viver e vamos viver um novo momento em Peixoto de Azevedo. Estamos presente no Canadá com o intuito de levar tecnologias para a área de extração mineral especialmente do ouro em nosso município”, frisou o prefeito de Peixoto, Maurício Ferreira de Souza.

Para o prefeito de Juína, Altir Peruzzo, a oportunidade é única e já deixa a certeza da necessidade de ampliar os conhecimentos. “Temos que nos envolver, participar novamente. Começamos a aprender sobre o que a gente deve fazer. Temos muito o que mostrar e muito pra trazer e muito dinheiro para conseguir de investimento aqui no Canadá”, destacou.

“A gente começa a ter noção do que o setor de mineração é fora do nosso país, a possibilidade de investimentos e a capacidade que o nosso Estado possui. Está sendo muito produtivo, com expectativas com os investidores, o ânimo, o desejo deles de proporcionar aporte de capital no nosso Estado que venha alavancar toda a nossa atividade não só na questão de tecnologia, mas principalmente no potencial produtivo”, destacou o presidente da Cooperativa dos Garimpeiros do Vale do Rio Peixoto (Coogavepe), Gilson Camboim.

A 85ª PDAC tem participação de mais de 100 países, é uma vitrine do que há de mais moderno em pesquisas tecnologia para extração mineral e reúne grandes investidores atentos as demandas promissoras de negócios.
A equipe mato-grossense é formada por 30 integrantes, está interessada em atrair esses investimentos, informa a assessoria.

Notícia anterior
Próxima notícia

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Começa consulta a segundo lote de restituição do Imposto de Renda

Cerca de 5,75 milhões de contribuintes que entregaram a...

Nova Mutum define nova área para pesquisas no agro

A prefeitura outorgará a concessão de terreno público (arrendamento)...

Vendas no comércio varejista em Mato Grosso voltam a aumentar

As vendas no comércio varejista em Mato Grosso tiveram...
PUBLICIDADE