segunda-feira, 27/maio/2024
PUBLICIDADE

Intenção de consumo das famílias cai 7,7% em julho

PUBLICIDADE

A Intenção de Consumo das Famílias (ICF), medida pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), recuou 7,7% em julho deste ano, na comparação com o mesmo período do ano passado. Com a queda (a sétima consecutiva), o indicador alcançou o menor patamar da série histórica, iniciada em janeiro de 2010 (124,9 pontos).

Os sete itens que compõem o indicador apresentaram quedas na comparação anual. Os recuos foram observados nos itens "momento para duráveis", que avalia a intenção para comprar bens de consumo duráveis – caiu 11,1% -, e "perspectiva para consumo", que recuou 11%.

Os demais componentes apresentaram as seguintes quedas: compra a prazo (-9,8%), nível de consumo atual (-9%), perspectiva profissional (-8,9%), renda atual (-3,3%) e emprego atual (-1,3%). Segundo nota divulgada pela CNC, "A persistência do maior comprometimento da renda advinda do alto endividamento, e os impactos das manifestações ocorridas nas últimas semanas, influenciaram negativamente o resultado do ICF".

A CNC também considera que o comportamento da inflação nos últimos meses, que atingiu em junho uma taxa acumulada de 6,7% em 12 meses, segundo o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), "vêm comprometendo o nível de confiança em relação ao emprego e à renda".

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Bancos não terão atendimento presencial ao público no feriado de Corpus Christi

As agências bancárias não estarão abertas para atendimento presencial...

Preço médio dos combustíveis volta a subir em Sinop e Sorriso, diz ANP

O mais recente levantamento da Agência Nacional do Petróleo,...

Coleta para atualizar herbários com amostras de 32 espécies florestais é feita no Nortão

Quatro municípios mato-grossenses estão sediando no mês de maio...
PUBLICIDADE