Economia

“Guerra”de tarifas aéreas aumenta e preço cai mais

A TAM anunciou nesta quarta-feira uma redução de 60% nos preços das tarifas das passagens aéreas durante o período de Páscoa. O presidente da TAM, Marco Antonio Bologna, informou ainda que os preços das companhias aéreas devem cair entre 10% a 15% neste semestre.

Bologna negou, porém, que a promoção anunciada pela TAM seja uma “guerra de tarifas” com a concorrência. Varig e Gol anunciaram tarifas mais baratas nos últimos dias.

Segundo Bologna, os preços das passagens aéreas cairão por causa do ganho das companhias com a desvalorização do dólar e com o crescimento do mercado. As empresas terão ainda de reduzir os custos para sobreviver, avaliou.

A TAM projeta chegar ao final deste ano com participação de mercado de 45 a 47%, segundo previsão do presidente.

Depois de ter chegado a uma fatia de 41,4% em fevereiro, o executivo acredita que a TAM deve encerrar 2005 com market share médio de 42%.

No ano passado, segundo ele, a TAM ocupou o espaço deixado pela Vasp, que parou de voar no final do ano.

Bologna disse que nos últimos 12 meses a TAM ganhou 10% percentuais do mercado de aviação doméstica.

Apostando no crescimento do mercado brasileiro de transporte aéreo de 8 a 10% este ano, o executivo avalia que a TAM tenha aumento de 18 a 20% na receita em 2005.

No ano passado, o mercado como um todo cresceu 12% e a receita da TAM