Economia

Governo de Mato Grosso assina empréstimo e quita dívida com Bank Of America na terça-feira

O governo de Mato Grosso espera quitar a dívida dolarizada com o Bank Of America já na próxima terça-feira (9). A informação é do secretário de Estado de Fazenda, Rogério Gallo, que foi hoje a Brasília juntamente com o governador Mauro Mendes (DEM) para assinar o contrato de empréstimo de 250 milhões de dólares junto ao Banco Mundial. A intenção é que até segunda-feira o dinheiro esteja na conta e que na terça-feira seja feito pagamento da dívida.

A previsão de Gallo antecipa em um dia o compromisso que o Estado tinha com uma parcela de R$ 140 milhões com o banco norte americano e dá um alívio ao caixa de Mato Grosso, que não vai precisar desembolsar a quantia, considerada grande, em uma única parcela. Diferente do empréstimo com o Bank Of America, que era pago em duas parcelas semestrais, com o Banco Mundial a dívida será paga mensalmente com valores menores.

Antes da aprovação do empréstimo no Senado, o governo chegou a suspender o pagamento de fornecedores e fazer caixa para não ficar em débito com o banco. Além de saldar os débitos com fornecedores, o caixa do governo vai ter um alívio e parte será destinada ao pagamento dos servidores públicos. “A gente ainda está trabalhando em outras fontes de receita até o final do ano e trabalhamos com a meta que é pagar o 13º até o dia 20 de dezembro”, destacou Gallo.

O empréstimo que será assinado hoje foi autorizado pela Assembleia Legislativa em março e, por causa de dívidas do Estado, principalmente as ligadas à Lei de Responsabilidade Fiscal, correu risco de não ser aprovado.

A contratação é uma manobra de Mauro Mendes para dar alívio ao caixa e, junto com a liberação do FEX para compensar as perdas com as exportações, com os recursos da partilha dos royalties do pré-sal e com a minirreforma tributária, deve dar um fôlego para o governo fazer investimentos no Estado já no ano que vem.

Só Notícias/Marco Stamm, de Cuiabá (atualizada 11:33h)