Economia

Federação aponta aumento de 45% nas vendas de veículos em julho em Mato Grosso

A Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) informou, há pouco, que as vendas de veículos novos no Estado tiveram uma melhora no mês de julho.  Com as vendas de 6.117 unidades, o aumento foi de 45,64%. Em junho, foram emplacadas 4,2 mil carros. Embora o setor de distribuição de veículos novos tenha conseguido dados positivos no mês, melhor inclusive que o percentual nacional (43,61%), a queda ainda é mais acentuada no acumulado do ano. No acumulado dos sete primeiros meses do ano, foram comercializados é de 44.259, enquanto que no mesmo período do ano passado foram vendidas 62.171.

No mês passado, foram vendidos 9.759 veículos, ou seja, uma redução de 37,12%. “O mercado começa uma reação. Porém, Mato Grosso continua com queda marcante em relação a julho do ano passado. E é um dado pior do que a média nacional, mas a perda no acumulado do ano no Estado é um pouco menor do que a média nacional (33,67%)”, analisa Paulo Boscolo, diretor da Fenabrave Regional Mato Grosso (Fenabrave).

Boscolo afirmou ainda que “assim como no mês de junho, dá para entender que existe uma coerência em associar o comportamento das vendas à situação do Coronavírus. Enquanto que no Brasil o avanço nos índices de contaminação e mortes reduziu durante o mês de julho, aqui ocorreu elevação nos números de contaminados”.

As vendas de automóveis e comerciais leves, em julho, somaram 3.029 unidades, contra 2.009 em junho deste ano. Na comparação com julho de 2019 (4.476 unidades), o resultado de julho de 2020 apresenta queda de 32,33%.

De janeiro a julho, o impacto da pandemia sobre as vendas de automóveis e comerciais leves é o principal fator para a redução de 27,35%, passando de 28.088 unidades vendidas nos sete primeiros meses de 2019, para 20.406 unidades comercializadas no período em 2020.

Ainda no mês passado, 327 caminhões foram emplacados e 284 unidades em junho, um aumento de 15,14%. Em julho de 2019, o volume comercializado foi de 490 veículos. De janeiro a julho deste ano, foram 1.807 vendas, com baixa de 29,72% na comparação com 2019.

O segmento de implementos rodoviários registrou venda de 620 unidades em julho. Em junho foram 566 unidades emplacadas, uma alta 9,54% de um mês para outro. Em julho do ano passado, foram 857 unidades, uma queda de 37,32%. De janeiro a julho 3.449 unidades foram emplacadas.

Em julho, foram vendidas 1.913 motos, 72,97% a mais do que em junho, quando se vendeu 1.106 unidades. Apesar do aumento, o número ainda está longe do vendido em julho do ano passado (3.621). No acumulado do ano, 17.085 unidades foram comercializadas.

Redação Só Notícias (foto: reprodução/arquivo)