Economia

Empresa de pesquisa avalia potencial de produção de biogás e biometano em MT; resultado sairá em janeiro

Técnicos da Empresa de Pesquisa Energética(EPE) estão em Mato Grosso realizando um estudo sobre o potencial de produção de biogás e biometano no Estado. O trabalho está sendo acompanhado pela Companhia Mato-grossense de Gás (MT), autarquia ligada ao Governo do Estado.

Segundo a assessoria, a ação faz parte da iniciativa de instituir a política estadual do biogás, biometano e produtos derivados da decomposição de matéria orgânica (biodigestão). “O Governo do Estado está estudando alternativas limpas para minimizar o impacto ao meio ambiente. E o biometano e o biogás foram escolhidos por serem matrizes energéticas sustentáveis por serem gerados a partir de resíduos orgânicos”, explica o presidente da MT Gás, Rafael Reis.

O biometano é um possível substituto ao gás natural. Atualmente há empresas no interior do Estado que utilizam o biometano para geração de energia para consumo interno. O levantamento em elaboração será apresentado durante o 1º Encontro Mato-grossense de Combustíveis Renováveis, previsto para acontecer em janeiro de 2022, em Cuiabá.

“O resultado da pesquisa será exposto aos gestores dos municípios com potencial de exploração e empresários da região. O objetivo é demonstrar aos envolvidos formas de melhorar o aproveitamento energético, econômico, ambiental e logístico do biogás e biometano”, destaca o diretor administrativo e financeiro da MT Gás, Manoel Palma.

Segundo o governo do Estado, a ecoeficiência também será responsável pelo fornecimento, a preços competitivos, de bens e serviços decorrentes da exploração, do transporte e da comercialização de biomassa, biogás e biometano.

Redação Só Notícias (foto: assessoria)