Economia

Cesta básica em Sinop apresenta novo aumento; batata ficou 24,76% mais cara

O levantamento realizado pelo Centro de Informações Socioeconômicas da Unemat, com apoio da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) revelou, ontem, que o custo da cesta básica em Sinop teve um aumento de 0,33%, em relação ao mês anterior, custando R$ 626,79. Em julho era R$ 624,73.

No mês de agosto, a batata ficou cerca de 24,76% mais cara, seguido da banana com aumento de 6,72% e o açúcar subiu média de 5,82%. Já o arroz teve redução de 1,75% no preço e queda de 1,56% no leite.

Em agosto a taxa de inflação medida pelo índice de preços ao consumidor foi de 0,70%, com o resultado, Sinop alcançou a inflação acumulada de 8,72% nos últimos 12 meses. O aumento nas despesas com transporte a alimentos continua sendo o principal fator para a alta da inflação.

No município, comparando a julho, no mês de agosto houve aumento em diferentes áreas, cerca de 1,27% em transporte, 0,89% em vestuário, e 0,88% em alimentação. Em leve redução, apenas o grupo de consumo com a saúde, que diminuiu cerca de 0,13%.

Segundo dados do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos, das regiões metropolitanas estudadas pela pesquisa, Sinop fica em segundo lugar pelo alto custo da cesta básica, ficando atrás somente de São Paulo, onde o produto custa R$ 650,50. Cuiabá tem média de R$613,89 e Campo Grande, onde custa R$ 609,33.

Redação Só Notícias (foto: assessoria)