Economia

Sinop: aumento no preço do combustível também atinge empresas de aplicativos na contratação de motoristas

O alto preço da gasolina e do etanol vem refletindo nas empresas de aplicativos de transporte em Sinop, na contratação de motoristas. Em alta a demanda de passageiros, faltam carros para atender a população. “Houve aumento no número das corridas, e em decorrência aos aumentos dos combustíveis, valorização de veículos, está difícil conseguir motoristas. Em certos momentos do dia, faltam veículos, e não conseguimos atender todos os clientes”, explicou uma representante de uma das empresas, Taismara Dutra Barretos Lyneburger.

Outra empresa do setor também teve impactos mas em patamares inferiores apontando que motoristas com carros econômicos não sentiram tanto o efeito. “Saídas foram poucas, tem gente que sai porque tem um carro que consome mais. Ou a pessoa sai, ou troca de veículo. Mas quem tem um carro econômico, que vai faz uma média boa no combustível o lucro ainda é muito bom”, disse o proprietário, Adriano Miotti.

Ele afirmou ainda que a alternativa encontrada pelas empresas vem sendo o reajuste no valor da corrida. “A gente repassou de uma maneira que não incomode muito os passageiros. Subiu em torno de R$ 1,50 por corrida. Sempre tentar manter um balanço entre passageiro e motorista para ambos ficarem satisfeitos”.

A inflação no preço dos combustíveis também vem afetando os planos da população para viagens no final com o automóvel particular, conforme revelou anteriormente, ao Só Notícias, a coordenadora administrativa e jurídica do terminal rodoviário de Sinop, Karla Porto. “ É esperado que o fluxo de passageiros aumente em torno de 50% em relação ao que vem ocorrendo durante o ano. A maioria das pessoas está optando por viajar de ônibus, deixando de ir aos seus destinos com seus carros, em razão do aumento do preço da gasolina”, disse.

Redação Só Notícias (foto: reprodução)