Economia

Apreendidos 3 caminhões acusados de tentar sonegar ICMS em Mato Grosso

A fiscalização volante da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) apreendeu em flagrante, na última semana, três caminhões que carregavam mercadorias com o terceiro eixo levantado para sonegar imposto. Após “furar” os postos fiscais, os caminhões foram apreendidos na região da Grande Cuiabá, sendo liberados somente depois do pagamento do ICMS devido aos cofres públicos. No total, foi recolhido R$ 9.723,90 de imposto e multa.

O primeiro caminhão transportava mercadorias da empresa Simbal Sociedade Ind. Móveis Banrom Ltda, de Arapongas (PR), com destino a Goiás Com. Veterinária Mat. e Móveis Ltda, de Itiquira. O motorista não parou nos Postos Fiscais “Correntes” e “Flávio Gomes” para carimbar as notas fiscais e ocorrer à retenção das terceiras vias.

O segundo caminhão estava carregado com mercadorias da empresa Fabrimóveis Industrial Ltda, de Mirassol (SP), com destino a Araguaia Móveis e Eletro Ltda, de Nova Mutum. A mercadoria somava R$ 19.632,76 e o motorista não apresentou as notas fiscais nos postos de fronteira. Dessa forma, pagou aos cofres do Estado o montante de R$ 7.116,65 de ICMS e multa.

O motorista do terceiro caminhão foi interceptado na Rodovia Emanuel Pinheiro (Cuiabá – Chapada dos Guimarães). Ele também não apresentou as notas fiscais no postos de fiscalização para carimbo e para a retenção das terceiras vias. A mercadoria era destinada ao município de Sonora (MS) e o motorista pagou multa de R$ 1.313,50 pela infração.

Segundo o gerente de Fiscalização de Mercadorias em Trânsito da Sefaz, Mário César Martins Arruda, o Fisco de Mato Grosso está criando vários mecanismos para acabar de vez com a prática utilizada pelos motoristas e empresas, de levantar o terceiro eixo dos caminhões, a fim de sonegar imposto.