Economia

Aplicativo do programa Nota Mato Grosso ajuda consumidor encontrar mais de 11 milhões de ofertas

O aplicativo  Menor Preço do Programa Nota Mato Grosso  oferecer mais de 11,5 milhões de itens diferentes e encontrar a melhor oferta. O serviço foi lançado há cerca de 20 dias, pela secretaria de Fazenda (Sefaz) e tem mais de 3,7 mil acesso diários. O item mais pesquisado pelos usuários é o etanol comum, seguido pelos demais tipos de combustíveis. Na lista dos preços mais procurados constam ainda arroz, leite, cimento, carnes, cervejas, refrigerantes, gás de cozinha, medicamentos, entre outros.

O secretário de Fazenda, Rogério Gallo disse que “os usuários do Nota MT estão economizando dinheiro ao pesquisar no aplicativo antes de fazer suas compras. O objetivo era exatamente esse: incentivar o pedido de notas fiscais e fornecer ao cidadão ferramenta de pesquisa de preços”.

Ao pesquisar um produto o usuário obtém as informações sobre preços, razão social e endereço das lojas e a data que o item foi comercializado pelo valor informado. Aparece, ainda, um mapa com os valores para facilitar a localização para o consumidor.

A consulta deve ser feita pela descrição do produto ou pela leitura do código de barras, utilizando a câmera do celular. Os resultados encontrados no Menor Preço são ordenados com base em alguns parâmetros como: menor preço, similaridade da palavra chave com o produto, venda mais recente e localização do cidadão e do estabelecimento.

A Sefaz utiliza como base para a consulta dos preços as notas fiscais emitidas pelos estabelecimentos comerciais que possuem inscrição estadual junto ao fisco. Cerca de 1,1 milhão de notas fiscais eletrônicas são emitidas e autorizadas diariamente. O sistema do Menor Preço atualiza as informações dos valores praticados no mercado a cada 24 horas, durante o período da noite, buscando os dados informados nesses documentos fiscais.

Para utilizar o Menor Preço é preciso ser cadastrado no Programa Nota MT. O registro pode ser feito pelo site ou pelo aplicativo disponível para dispositivos móveis. De acordo com a Sefaz, o acesso ao serviço não é vinculado aos sorteios do Nota MT. Sendo assim, aqueles usuários que não quiserem participar dos concursos podem fazer o cadastro apenas para utilizar a pesquisa de preço.

Redação Só Notícias (foto: Só Notícias/arquivo)