Cultura

Zeca Baleiro canta amanhã em Cuiabá no Vem Pra Arena

O Vem Pra Arena deste sábado, na Arena Pantanal, terá show nacional com Zeca Baleiro que vai apresentar seu novo repertório do álbum, Era Domingo. Não ficam de fora canções consagradas no repertório como “Salão de Beleza”, “Telegrama”, “Meu Amor Minha Flor Minha Menina” e “Babylon”. O público também pode esperar surpresas de Zeca Baleiro, que costuma preparar releituras de músicas de outros artistas.

O cantor e compositor maranhense será acompanhado pelos músicos Tuco Marcondes (guitarras e vocais), Fernando Nunes (baixo), Adriano Magoo (teclados, samplers, intetizadores e acordeon) e Kuki Stolarski (bateria e percussão). Por Onde Andará Stephen Fry? é o nome do primeiro disco, lançado em 1997. Desde então foram lançados outros nove discos de inéditas, vários projetos especiais (inclusive para o público infantil) e oito DVDs.

Artista plural, Zeca Baleiro construiu uma carreira sólida, sempre surpreendendo público e crítica a cada trabalho. Com melodias certeiras, arranjos elaborados e poesia em alta voltagem, Baleiro apresenta sua espirituosa visão de mundo em canções originais. Além disso, tem se revelado sagaz intérprete de outros compositores e se envolvido com novas áreas, como o teatro e a literatura.

A entrada, como em todas as edições, é gratuita. O Vem Pra Arena é uma iniciativa do Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Cultura. A programação do palco começa às 17h30 com apresentação do Coral Vesper. Formado por 80 estudantes com idades entre 10 e 15 anos, da Escola Estadual José Leite de Moraes, em Várzea Grande, o grupo tem na música um incentivo para integração sociocultural.

Em seguida, o público conhecerá um pouco mais da riqueza e diversidade da cultura mato-grossense na apresentação da Orquestra Viola Divina, de Rondonópolis. Composta por 15 músicos, entre homens e mulheres, a orquestra mantém viva a cultura da música caipira e enaltece todas as potencialidades da viola artesanal, informa o Gabinete de Comunicação.