segunda-feira, 24/junho/2024
PUBLICIDADE

Museu de Arte de Mato Grosso abre as portas para o intensivismo

PUBLICIDADE

A exposição Cuiabá Experimental, parte do Circuito Cultural Setembro Freire, chega ao Museu de Arte de Mato Grosso (MAMT) na quarta-feira (9). No jardim da antiga Casa dos Governadores estarão expostos sete painéis de Wlademir Dias-Pino, obras testemunham um dos mais importantes movimentos artísticos de Mato Grosso, o intensivismo. A abertura da exposição está marcada para as 20h.

Compartilhando sensações diversas inerentes ao abstracionismo, também tem início a mostra Aesthesi, de Carlos Batista, na parte interna do MAMT. Esta reúne 12 obras de duas séries inspiradas em fragmentos de poemas de Silva Freire e no movimento Intensivista. A mostra revela uma explosão de significados encontrados na literatura. Ambas as exposições, seguem até 04 de outubro.

A diretora da Casa de Cultura Silva Freire, Larissa Freire, entidade realizadora do Circuito Cultural Setembro Freire em parceria com o Governo do Estado, comemora a parceria com o Museu por conta da visualidade da obra de Dias-Pino. Segundo ela, o Circuito se fortalece com essa integração.

“Especialmente por se tratar de um museu de arte. Quando se fala do intensivismo, ultrapassa-se a fronteira da literatura e se chega às artes visuais. O próprio Wlademir diz que não há diferenças de gêneros, as artes se completam. Um livro que é objeto torna-se escultura num processo de abstração, imagem. E esse circuito que idealizamos não trata da literatura tradicional, mas desse entrecruzamento. De obras que são conceito, texto e imagem”.

Larissa ressalta ainda que a mostra Cuiabá Experimental, que tem percorrido vários espaços da cidade, representa a produção do movimento cultural e estético criado nos anos 40 como uma forma de identidade cultural mato-grossense – contra a colonização da arte europeia – e que teve como seus idealizadores o próprio Wlademir e Benedito Sant’Anna da Silva Freire. O tema desta nova edição do Circuito, ao que parece, representa um encontro entre amigos. “Eles militaram juntos na União Nacional dos Estudantes e foram parceiros criativos. Escreviam juntos e os textos que ficaram possuem trechos que não se pode decifrar quem escreveu o quê”.

O homenageado se declarou muito feliz com o reconhecimento. “Fico emocionado e muito agradecido. Quando jovens, tivemos a pretensão de criar uma literatura especificamente mato-grossense para termos nossa própria identidade social, exigindo uma posição de respeito e identidade para a individualização mato-grossense e hoje o intensivismo está sendo homenageado”.

O artista, que é um dos mais importantes poetas vivos do país, explica que o movimento cultural tem, entre suas principais características, a linha inclinada, as curvas e a arte geométrica, que são baseados em elementos como pedras, rios e povos indígenas mato-grossenses.

Após a abertura, haverá uma roda de Conversas Literárias com a participação dos escritores: Lucinda Persona, Aclyse de Mattos, Rodrigo Brito, Joe Sales e Juliano Lobato. Logo depois, performance do Grupo de Teatro Tibanaré, em que apresentam Modelando o nada. Conforme o diretor do grupo, Jefferson Jarcem, esta é uma performance poética inspirada na obra A Ave, do poeta e artista gráfico homenageado desta quarta edição do Setembro Freire. “A ave errante vibra nos rabiscos do desconhecido”.

O resultado dos eventos bienais que a Casa Silva Freire idealiza é uma projeção e ampliação do alcance da obra de Silva Freire. “O Circuito promoveu um processo de circulação da obra. A gente percebia esse silêncio, mas 17 anos após a morte dele a família começou a se articular, foi uma amadurecimento pós-luto”, testemunha Larissa, que é filha de Silva Freire. Segundo ela, há várias obras passando pelo processo de catalogação. Ainda este ano será lançado um prêmio de literatura e a premiação será feita em setembro do ano que vem, adianta a produção do evento.

O Setembro Freire seguirá até o fim do mês com uma ampla programação cultural espalhada pela cidade, com exposições, performances culturais, palestras e lançamento de livros. A programação completa pode ser conferida no site www.casasilvafreire.org.br e na página da Casa Silva Freire no Facebook.

O evento é realizado em parceria com o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) e Casa Civil; Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso; Sala da Mulher; Prefeitura Municipal de Cuiabá; Tribunal de Contas do Estado e da Universidade Federal de Mato Grosso – Pró-reitoria de Extensão, Cultura e Vivência.

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Sorriso: 15º Festival de Artes Cênicas começa neste domingo

O 15º Festival de Artes Cênicas de Sorriso começa...

Guilherme Arantes e orquestra se apresentam em Mato Grosso no próximo domingo

A música clássica, erudita, e a celebração cultural estão...

Dez artistas se classificam para final de programa estadual “Canta Mato Grosso”

Entre 600 artistas regionais, 10 candidatos foram classificados para...
PUBLICIDADE