domingo, 23/junho/2024
PUBLICIDADE

Filme Vestígios do Tempo é lançado em Alta Floresta

PUBLICIDADE

Está sendo lançado o filme curta-metragem ‘Vestígios do Tempo’, uma obra cinematográfica genuinamente alta-florestense, com roteiro e direção de Ronaldo Adriano. O filme conta a história de Antônio (interpretado pelo ator mato-grossense Romeu Benedicto), um ex-garimpeiro sem nenhum entusiasmo pela vida e movido pelo desejo de vingança, que decide voltar a uma Vila formada pelo garimpo na Amazônia mato-grossense. Ao chegar se depara com as ruínas do lugar, das coisas e das pessoas que sobreviveram ao tempo. Em meio a isso, a teimosia da vida se revela com vigor e crueldade. O elenco é composto por atores do Teatro Experimental de Alta Floresta (Angélica Müller, Ronaldo Adriano, Nayara Luana Bosi, Gean Nunes, Odair Batista, João Vitor Marques Lima, Fernando Nunes e Gil Milanez), além de Renan Dimuriez (Guarantã do Norte), Tuka Calgaro (Cuiabá), Paulo Roberto Paulinho e Márcia Trindade (ambos também de Alta Floresta).
 
Essa primeira grande produção cinematográfica de Alta Floresta teve como Produtor Executivo Agostinho Bizinoto e Diretor de Produção Elenor Cecon Júnior, também membros do Teatro Experimental de Alta Floresta, grupo que se destaca no processo de produção teatral há 21 anos e que agora empresta seu potencial também para o produção de cinema na Amazônia mato-grossense (norte do Estado). Nas equipes de produção e noutros setores técnicos, o pessoal de Alta Floresta ainda pode contar com conhecidos artistas do cinema brasileiro e mato-grossense. A fotografia foi  assinada por João Carlos Bertoli (Cuiabá), Direção de Arte por José Dias (Rio de Janeiro), Diretor de Elenco Amauri Tangará (Chapada dos Guimarães). O Som Direto e edição de áudio ficou por conta de Yuri Kopcak, a cenotécnica por Paulo Krukoski e a montagem de Danilo Pereira, todos de Cuiabá. Ainda fazendo parte da equipe de arte, os Alta-florestenses Anderson Flores e Vanúsia Santos assinam a cenografia e figurino, respectivamente. O músico Eduardo Oliveira Alves (Kadu) a trilha e a maquiagem foi de Joezer Ponciano (Peixoto de Azevedo).
 
‘Vestígios do Tempo’ foi possível graças aos investimentos advindos do Fundo Estadual de Fomento à Cultura, através da Secretaria de Estado de Cultura de Mato Grosso, após aprovação pelo Conselho Estadual de Cultura.

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Sorriso: 15º Festival de Artes Cênicas começa neste domingo

O 15º Festival de Artes Cênicas de Sorriso começa...

Guilherme Arantes e orquestra se apresentam em Mato Grosso no próximo domingo

A música clássica, erudita, e a celebração cultural estão...

Dez artistas se classificam para final de programa estadual “Canta Mato Grosso”

Entre 600 artistas regionais, 10 candidatos foram classificados para...
PUBLICIDADE