Agronotícias

Venda da soja de Mato Grosso tem menor avanço; produtores espera melhores oportunidades

A comercialização da safra de soja 2018/19 evoluiu 4,40 pontos percentuais, o menor avanço no ano, e chegou a 83,99% da safra já negociada. O acréscimo é justificado pela desvalorização do dólar e dos prêmios portuários, apesar da valorização do grão na CME em junho que não foi o suficiente para compensar o movimento. A análise foi divulgada, há pouco, pelo IMEA – Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária, no boletim semanal.

“O produtor agora está à espera de melhores oportunidades de negócio, uma vez que já comercializou boa parte da sua produção,reduzindo a necessidade de fazer caixa. Em relação à cotação da saca, o preço médio mensal fechou em R$ 64,13/sc, 1,18% menor que o do mês anterior. Como na safra 18/19, os menores preços praticados durante o mês distanciaram as pedidas dos produtores dos compradores. Assim, a comercialização da safra 19/20 avançou 3,68 p.p. e chegou a 23,23% da safra já negociada, com preço médio mensal de R$ 65,23/saca, redução de 0,52% em relação ao mês anterior.

O preço da soja disponível em Mato Grosso fechou a semana com preço médio de R$ 63,83/saca e recuo de 1,47%, devido à desvalorização das cotações na bolsa de Chicago e do dólar.

Só Notícias (foto: arquivo/assessoria)