Agronotícias

Sorriso: energia é restabelecida após 3 dias e suinocultores estimam prejuízos acima de R$ 15 mil

A concessionária de energia confirmou, há pouco, ao Só Notícias, que os 20 postes derrubados pelos ventos fortes às margens da estrada na Linha Celeste, no setor rural de Sorriso foram recolocados e o serviço restabelecido, hoje por volta das 6h45. Os moradores da região estavam sem energia elétrica desde domingo à noite prejudicado as granjas de criação de suínos.

De acordo com o presidente da Associação dos Criadores de Suínos de Mato Grosso (Acrismat), Itamar Antônio Canossa, os prejuízos devem passar dos R$ 15 mil. “Essa é perca econômica direta. Outra situação foi a necessidade de fabricar ração em outros pontos. Estávamos tendo que alugar fábricas, pagar mão de obra a mais. São situações que não tem como mensurar o valor. Foram transportadas mais de 20 toneladas de ração por dia nesse período”.

Canossa explicou ainda que sem a energia e climatização das granjas, matrizes acabaram morrendo. “É possível imaginar uma matriz com cerca de 240 quilos, com filhotes e tendo que criar em um barracão com temperatura de 40 graus. É um sofrimento grande. Uma matriz custa em média R$ 1 mil. Além da morte dos filhotes tem  todo o processo de inseminação e os quatro meses de gestação. É um prejuízo de R$ 3 mil”.

Anteriormente Itamar Antônio explicou que na região são quatro granjas com produção de 7 mil porcos. “Algumas granjas são automatizadas com sistemas fechados. Dessa forma, é jogado no chão e os amimais não comem a ração. A geração própria de energia não é suficiente. São ao menos R$ 5 mil de prejuízo por dia somente nessas granjas se calcularmos o peso que esses animais estão deixando de ganhar”.

Conforme Só Notícias já informou, a estação meteorológica do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT) campus de Sorriso registou ventos de 51 quilômetros por hora no domingo. Os ventos acompanhados de uma chuva rápida de ao menos 20 minutos foram suficientes para causar diversos prejuízos no município. Algumas árvores e postes na região central da cidade caíram. Diversos bairros como Bom Jesus, Industrial, São Matheus, Santa Maria e parte do centro ficaram sem energia elétrica após explosão de transformadores.

Só Notícias/Cleber Romero (fotos: José de Arimateia/arquivo)