Agronotícias

Sinop registra retração das exportações no primeiro quadrimestre de 2019

O Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) fechou o balanço de exportações dos quatro primeiros meses de 2019 e os dados mostram uma pequena retração nas vendas externas em Sinop na comparação com os mesmos meses do ano passado. Até agora, os produtores de Sinop exportaram U$ 211 milhões, que representam 4,6% a menos do que os U$ 221 milhões do primeiro quadrimestre de 2018, quando o período era de crescimento acentuado.

Por outro lado, as importações tiveram um salto de 1.234% em relação a 2018. Nos quatro primeiros meses deste ano, foram comprados U$ 32 milhões contra U$ 2,4 milhões no ano passado, que também já vinha de um crescimento vertiginoso. Quase que na totalidade, as importações são de insumos para a produção agrícola. Este aumento na exportação fez cair o saldo da balança comercial, que é de U$ 178 milhões.

Nas exportações, a soja domina o mercado, com 72% do bolo. Depois aparece o milho com 29% e a madeira é o terceiro produto de exportação em Sinop, com pouco mais de 1%. A carne não atinge 1%.

A China, onde está uma comitiva mato-grossense em divulgação do agronegócio, comprou 31% da produção sinopense. Depois aparecem o Irã com 11%, a Turquia com 8,9%, a Holanda com 6,6% e Taiwan com 5,3%.

Só Notícias/Marco Stamm (foto: arquivo/assessoria)