Agronotícias

Secretário institui grupo para aprimorar cadastro ambiental rural em Mato Grosso

O titular da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema), Gibson Almeida Costa Júnior, instituiu um grupo de trabalho para aprimorar o Sistema Mato-grossense de Cadastro Ambiental Rural (SimCAR). A ferramenta de gerenciamento dos cadastros foi aprovada pela Assembleia Legislativa e sancionada pelo governo do Estado, em 2017.

Com a instituição do grupo, o secretário apontou que o objetivo é “empreender esforços conjuntos para atingir metas, alcançar os propósitos e trazer resultados positivos para o cadastro ambiental rural mato-grossense, de modo a se tornar mais eficiente, transparente e seguro”.

O grupo será composto por sete membros da Sema, incluindo o secretário estadual. Mais sete instituições poderão indicar representantes, incluindo o Ministério Público Estadual (MPE), Delegacia do Meio Ambiente (Dema), Conselhor Regional de Engenharia e Agronomia (Crea), Associação Mato-grossense dos Engenheiros Florestais (AMEF), entre outras.

A comissão será coordenada por Gibson e  terá o prazo de 30 dias, “prorrogável por igual período, se necessário, mediante justificativa”, para conclusão dos trabalhos e apresentação dos resultados.

O titular da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema), Gibson Almeida Costa Júnior, instituiu um grupo de trabalho para aprimorar o Sistema Mato-grossense de Cadastro Ambiental Rural (SimCAR). A ferramenta de gerenciamento dos cadastros foi aprovada pela Assembleia Legislativa e sancionada pelo governo do Estado, em 2017.

Com a instituição do grupo, o secretário apontou que o objetivo é “empreender esforços conjuntos para atingir metas, alcançar os propósitos e trazer resultados positivos para o cadastro ambiental rural mato-grossense, de modo a se tornar mais eficiente, transparente e seguro”.

O grupo será composto por sete membros da Sema, incluindo o secretário estadual. Mais sete instituições poderão indicar representantes, incluindo o Ministério Público Estadual (MPE), Delegacia do Meio Ambiente (Dema), Conselhor Regional de Engenharia e Agronomia (Crea), Associação Mato-grossense dos Engenheiros Florestais (AMEF), entre outras.

A comissão será coordenada por Gibson e  terá o prazo de 30 dias, “prorrogável por igual período, se necessário, mediante justificativa”, para conclusão dos trabalhos e apresentação dos resultados.

Só Notícias/Herbert de Souza (foto: arquivo/assessoria)