Agronotícias

Secretário diz que volume de financiamentos no plano safra cresceu e mostra otimismo de produtores

Faltando três meses para encerrar o Plano Agrícola e Pecuário 2018/19, foram contratados R$ 110 bilhões em financiamentos de crédito rural entre julho de 2018 e março deste ano. O desembolso representa 6% a mais se comparado ao aplicado no mesmo período do plano anterior. Já a agricultura familiar desembolsou R$ 18,8 bilhões no período. Esse valor é superior ao mesmo período da safra anterior em 16%. O total aplicado do crédito rural é de R$ 129 bilhões, alta de 8% sobre igual período na safra anterior.

De acordo com Eduardo Sampaio Marques, secretário de Política Agrícola, a demanda por recursos nos programas de investimento surpreendeu com a aplicação quase integral dos recursos programados para este ano-safra. O apetite por novas inversões mostra o otimismo do setor com o futuro.

As contratações do crédito rural para custeio somaram R$ 61,2 bilhões, com acréscimo de 5% em relação ao desembolso de julho/2017 a março/2018. A industrialização totalizou R$ 5 bilhões (7%) e a comercialização, R$ 19,1 bilhões (-6%)

Para os investimentos os desembolsos alcançaram R$ 24,7 bilhões (22%), com destaques para os programas de aquisição de máquinas e implementos agrícolas (Moderfrota) com R$ 7 bilhões (33%) e o programa de Agricultura de Baixa Emissão de Carbono (Programa ABC) com R$ 1,3 bilhão (24%).

A Letra de Crédito do Agronegócio (LCA) respondeu por 21% do volume de crédito já contratado, somando R$ 23,1 bilhões (46%).

Só Notícias (foto: arquivo/assessoria)