Agronotícias

Fazendeiros fazem parceria com secretaria para aumentar monitoramento em Mato Grosso

Produtores de algodão devem firmar parceria com a secretaria de Estado de Segurança Pública para melhorar o monitoramento das propriedades rurais. Eles estiveram reunidos com o titular da pasta, Alexandre Bustamante, conheceram o Centro Integrado de Comando e Controle e o uso da tecnologia para combate ao crime, e pediram agilidade nas investigações sobre roubos de defensivos agrícolas nas propriedades rurais no Médio-Norte.

“Nós temos ultimamente bastante ataques na região de Deciolândia, Campo Novo do Parecis, Diamantino, Brasnorte, Nova Maringá, Tapurah. Os bandidos chegam e causam um terrorismo muito grande com as famílias dos trabalhadores”, destacou o presidente da Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (Ampa), Alexandre Schenkel.

O delegado geral da Polícia Civil, Mário Demerval, vai agendar uma reunião com o diretor de interior, delegados regionais e produtores rurais para dar uma resposta mais rápida nas investigações sobre esses tipos de crime.

“Espero que o nosso pessoal da segurança possa oferecer uma atenção rápida a tudo isso. Podemos ver alguma parceria com o governo, a partir dessa ferramenta com câmeras, e nas concessões de estradas que estão sendo feitas, para que os produtores rurais possam cuidar dessas estradas. Acredito que podemos nos juntar para maximizar o trabalho”, ressaltou o produtor rural Eraí Maggi.

O secretário Alexandre Bustamante avaliou que a reunião foi muito positiva e assegurou que há investigações em andamento. Segundo ele, a parceria com os produtores rurais para instalação de câmeras nas propriedades rurais e as imagens geradas para o Centro de Comando e Controle será um grande aliado no combate ao roubo nas fazendas.

As informações são da assessoria da secretaria de Estado de Segurança Pública, a Sesp.

Redação Só Notícias