Agronotícias

Primeira safra de feijão em Mato Grosso deverá ter área 61% superior

|449|

A primeira safra 2016/17 de feijão em Mato Grosso tende a ser 61% maior do que a registrada na temporada anterior. A previsão é da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) que aponta que o plantio de feijão no Estado deve passar de 5,9 mil hectares no ciclo 2015/16 para 9,5 mil hectares no atual. Segundo a Conab, a lavoura de feijão-carioca primeira safra, cujo plantio foi realizado entre setembro e novembro, já tem os primeiros talhões colhidos na região Oeste. Contudo, a maior parte da lavoura deverá ser colhida este mês.

Na atual safra, observou-se um incremento considerável de área (do feijão carioca) em torno de 215%, saindo de 1,9 mil hectares na safra passada para 6 mil hectares. A justificativa é a boa cotação do grão. A produtividade esperada é de 1.993 kg/ha, rendimento 6,4% superior aos 1.872 kg/ha alcançada na safra 2015/16. Portanto, maiores áreas e rendimento resultam no aumento de 236% na produção da variedade, saindo de 3,5 mil toneladas na safra passada para 11,9 mil toneladas na atual.

Em relação ao feijão caupi primeira safra, este é semeado durante novembro e dezembro na região sudeste do estado. Estima-se que a safra 2016/17 registre área de 3,5 mil hectares, 500 hectares menos que no período 2015/16. A produtividade média esperada é de 1.200 kg/ha, ante aos 700 kg/ha obtidos na safra anterior devido às melhores condições climáticas. Mesmo com menor área, a produção da primeira safra 2016/17 do feijão caupi deve ser 45% maior do que a anterior, passando de 2,9 toneladas para 4,2 mil toneladas.

Fonte: Só Notícias/Agronotícias/Herbert de Souza (foto: Guilherme Filho/arquivo)