Agronotícias

Norte Show em Sinop apoia Embrapa em pesquisa de redução de carbono na atmosfera

A Norte Show, que será de 19 a 22 de abril, em Sinop, é entusiasta da Embrapa Agrossilvipastoril em pesquisa que busca a diminuição dos efeitos do gás carbono na atmosfera. Em estudos recentes apoiados pela Associação dos Criadores do Norte de Mato Grosso (Acrinorte), pelo Sindicato Rural de Sinop (realizadores da feira) e pela Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat) mostram que uma pastagem bem manejada resulta em diversos benefícios para o meio ambiente.

De acordo com chefe adjunto de pesquisa e desenvolvimento da Embrapa em Sinop, Alexandre Ferreira do Nascimento, a agropecuária mato-grossense tem trabalhado em prol da sustentabilidade na produção, através de boas práticas da porteira para dentro. “O sequestro de carbono que é a retirada do CO2 da atmosfera, a agropecuária e a pecuária especificamente, por meio de adoção de boas práticas de manejo das pastagens, a gente consegue sequestrar e retirar carbono da atmosfera, bem como compensar as emissões do gado”, assegurou.

Pesquisas realizadas em Mato Grosso também buscam estudar a intensificação, que é o abate precoce dos animais. E a adoção de sistema de produção de pastagem com a inclusão de árvores, com ganhos muito visíveis. “Todas as pesquisas são frutos de parcerias na busca de obter maiores indicadores da sustentabilidade da agricultura brasileira. Essas parcerias são muito importantes pela aproximação da Embrapa com setor produtivo”, afirmou o chefe geral da Embrapa, Auteclínio de Farias Neto, citando o apoio da Acrinorte e também da Associação dos Criadores de Mato Grosso.

O presidente da Norte Show e da Acrinorte, Olvide Galina acredita que ações conjuntas como essas são essenciais para garantia da manutenção da produção de alimentos em Mato Grosso, que produz muito, mas sem deixar de lado a preservação do meio ambiente. “O produtor, o pecuarista, o homem do campo em geral, tem a missão de trabalhar duro e para garantir que o alimento chegue até a mesa de cada cidadão. Mas o que nós mais queremos é cuidar do meio ambiente. Queremos produzir, criar, mas com sustentabilidade. Com toda certeza vamos continuar apoiando as pesquisas que nos garantam a melhoria da produção e a garantia do cuidado da nossa terra”, pontuou Galina

Para que os estudos da Embrapa continuem, Acrinorte e Sindicato Rural lançaram um desafio aos pecuaristas da Região Norte. “Estamos participando de uma campanha de arrecadação de bezerros. Os animais serão repassados à Embrapa para que sigam adiante com o terceiro experimento, momento em que as pesquisas se concretizarão. É importante a participação de todos os amigos pecuaristas para que consigamos juntos manter esses importantes estudos”, disse Galina

Para contribuir, é possível do animal ou do valor correspondente a um bezerro. Atualmente, o animal de 8 a meses está cotado em R$ 3 mil. Em caso de contribuição em dinheiro, os depósitos podem ser feitos na conta da Acrinorte, na agência é 0812, conta corrente 01565-2. Também dá para fazer transferência na chave pix, CNPJ: 00.179.481/0001-44. Comprovante da contribuição precisa ser encaminhado para o contato da Acrinorte (66) 9.9985-8392.

O objetivo é arrecadar 160 bezerros ou os valores correspondentes para a compra desses animais. “O valor arrecado remanescente será encaminhado para o Hospital do Amor de Sinop. Com o apoio de todos, vamos provar ao mundo que pecuária e sustentabilidade andam lado a lado”, finalizou Galina.

A informação é da assessoria.

Redação Só Notícias (foto: assessoria)