Agronotícias

Milho disponível em Mato Grosso tem queda de 1,2%; diferença de base aponta preço mais competitivo

O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMEA) informou, ontem, que o preço médio do milho disponível
em Mato Grosso apresentou uma queda de 1,23% em relação na semana passada em relação à anterior, ficando cotado na
média de R$ 66,03/saca. As cotações do cereal na CME-Group corrente apresentaram alta de 1,06% em relação à semana passada, ficando na média de  US$ 5,79/bushel. O prêmio de Santos apresentou recuo de 5,33% em relação à semana passada. Assim, a cotação média ficou em US$ 1,14/bushel.

“A diferença de base Mato Grosso – CME vem apresentando um resultado negativo, o que aponta preços mais
competitivos no Estado. “Para se ter uma ideia, na última semana as cotações do milho em Mato Grosso estavam R$ -10,58/saca aos preços na bolsa Chicago, o que representa uma de diferença R$-16,11/saca em relação ao  mesmo período do ano passado. Isso se deu em vista que o mês de novembro foi marcado pela menor demanda pelo cereal mato-grossense, dado que os grandes players do estado já atingiram as suas intenções de compra para exportação da safra, e diante disso as cotações do milho em Mato Grosso vêm sendo pressionadas”, analisa o IMEA.

“Enquanto isso, na bolsa de Chicago (EUA), as cotações apresentaram alta de 1,06% devido a demanda aquecida e as exportações elevadas no país. Diante dessa conjuntura, é esperado que a diferença de base continue negativa, uma vez que a colheita do milho nos Estados Unidos está praticamente finalizada, o que tende a aliviar a pressão baixista da entrada de oferta nas cotações da bolsa de Chicago”, conclui.

Só Notícias (fotos: arquivo/assessoria)