Agronotícias

Mercado da pecuária em Mato Grosso tem calmaria com arroba do boi e vaca registrando leve queda

O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMEA) informou, esta tarde, que depois da forte queda na arroba do boi gordo na semana anterior o mercado demonstrou calmaria semana passada, e retraiu apenas 0,24% no comparativo semanal e fechou na sexta-feira a R$ 281,73/@.

A vaca gorda, no entanto, registrou elevação de 0,70% ante a semana anterior devido à menor oferta e ficou cotada na média de R$ 274,37/@.

O IMEA informa também que a cotação do bezerro de ano registrou um recuo de  0,98% em seu preço médio, ocasionado pela baixa demanda. Com isso, a cotação ficou na média de R$ 2.974,34/cabeça no estado.

No boletim da pecuária, o instituto também informa que as cotações da arroba do boi gordo em Mato Grosso e em São Paulo recuaram no mês de agosto ocasionado pela oferta mais aquecida dos animais oriundos do primeiro giro de
confinamento em ambas as praças. A arroba mato-grossense ficou cotada na média de R$ 300,99 livre de Funrural, ou o mesmo que -0,51% ante o mês anterior.

Já na praça paulista, o boi gordo ficou na média de R$ 316,46/@, também livre de impostos, e registrou um decréscimo
de 1,03% no mesmo comparativo. Desse modo, o diferencial de base Mato Grosso-São Paulo demonstrou encurtamento de 0,50 pontos percentuais ante o mês anterior e fechou o indicador em -4,89%. Por fim, até a terceira semana deste mês (setembro) devido as movimentações causadas pela “vaca louca” e, consequentemente, a paralisação das exportações, as cotações em ambas as praças seguem sendo pressionadas, o que pode impactar nos resultados do diferencial de base para setembro.

Só Notícias (foto: arquivo/assessoria)