Agronotícias

Levantamento consolidado da safra de soja em MT é 40,8 milhões de toneladas e histórica, diz IMEA

O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMEA) consolidou a área de soja para a safra 2021/22 no Estado e os dados apontaram incremento significativo ante ao que havia sido estimado. Após a validação das áreas através de sensoriamento remoto, o indicador foi consolidado em 11,48 milhões de hectares, alta de 5,13% em relação ao relatório anterior e de 9,66% em relação ao observado na safra passada, reflexo da valorização dos preços e da demanda aquecida.

Entre as regiões do estado, destacam-se a Norte e a Noroeste, que apresentaram os maiores incrementos ante a safra anterior. As regiões em questão têm como característica a pecuária, no entanto, a maior competitividade da soja favoreceu a conversão de pastagem em agricultura na última safra. Com a manutenção da produtividade já firmada no estado em 59,33 saca/hectare (incremento de 3%), a produção de soja ficou consolidada em 40,85 milhões de toneladas, alta de 13,32% ante a safra anterior. O IMEA aponta que “caracteriza a maior safra da série histórica do Estado”.

No relatório que Só Notícias/Agronotícias teve acesso consta também que o ciclo 2021/22 foi marcado pelo adiantamento na semeadura e o desenvolvimento das lavouras dentro do esperado na maior parte das regiões produtoras em Mato Grosso. Por outro lado, o excesso de chuvas no período da colheita, os registros de tombamento de plantas, anomalias nas vagens e atrasos nas entregas de dessecantes, aumentaram o percentual de grãos avariados em algumas regiões de Mato Grosso

 

Só Notícias/Agrontícias (foto: Só Notícias/arquivo)