Agronotícias

Exportações de soja de Mato Grosso cresce em março e tendência é China reduzir negócios

O Imea – Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária- apontou aumento na exportação de soja referentes a março, com base nos dados divulgados pelo governo federal. O Brasil exportou 9,09 milhões de toneladas no mês e Mato Grosso representou 27,43% deste total com um volume de 2,49milhões de toneladas. Em relação ao mês de fevereiro, Mato Grosso exportou 7,13% a mais em março, porém, se comparado ao mesmo período do ano passado, houve uma diminuição de 26,89% nas exportações.

No acumulado até março, Mato Grosso exportou 5,20 milhões de toneladas, 7,71% a mais que o mesmo período em 2018. A China foi o principal destino da oleaginosa produzida pelo estado, sendo o país asiático responsável por 50,33% do total exportado por Mato Grosso, seguido pela Espanha, com 10,95% de participação.

Para 2019 a expectativa é que o volume se soja exportada seja menor que o ano passado, devido entre outros fatores, pela menor demanda chinesa, aponta o instituto.

O Imea atualizou as estimativas de oferta e demanda da soja em grão em Mato Grosso, consolidando os dados para a safra 2017/18 e trazendo as perspectivas para a safra 2018/19. Na safra anterior houve uma atualização na oferta devido à consolidação da produção no Estado que, somada aos estoques iniciais, resultou em uma oferta de 33,03 milhões de toneladas, informou, ontem, no boletim semanal.

“Enquanto que a demanda foi atualizada em 32,92 milhões de toneladas, pautada pelas exportações recordes e esmagamento maior em 2018, ficando assim os estoques na ordem de 110 mil toneladas. Já em relação à safra 2018/19, teve sua oferta projetada em 32,61 milhões de toneladas em reflexo dos reajustes da safra anterior, e pelo lado da demanda, com perspectivas de exportações menores para o ano, ficou em 32,39 milhões de toneladas, com estoques estimados na ordem de 220 mil toneladas”, informa o instituto.

 

Só Notícias/Agronotícias (foto: arquivo/assessoria)