Agronotícias

Embrapa conclui nesta 5ª em Sinop capacitação de técnicos para fortalecer cadeia leiteira

2543

A Embrapa Agrossilvipastoril conclui, nesta quinta-feira, o 20º módulo da capacitação continuada de técnicos da cadeia produtiva do leite para 47 técnicos da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) e demais participantes que desenvolvem atividades no setor e estão sendo capacitados de forma contínua para implementação de novas tecnologias a serem aplicadas no campo. A intenção é fortalecimento da assistência técnica e extensão rural em todo o Estado.

São abordadas a manipulação de dietas para rebanho leiteiro, técnicas de reprodução assistidas para rebanho leiteiro, doenças relacionadas à reprodução e avaliação e prospecção de demandas. Nesta quinta-feira à tarde haverá uma avaliação do módulo e discussão para levantamento de demandas e temas para serem abordados nos próximos encontros da capacitação.

O presidente da Empaer, Renaldo Loffi, lembra que desde 2011 os técnicos participam da capacitação continuada promovida pela Embrapa. Ele destaca que foram estruturados processos de capacitação continuada em cadeias de grande importância para o estado. Além do leite, também fazem parte as cadeias da fruticultura, olericultura, piscicultura, mandiocultura, sistemas agroflorestais, integração lavoura-pecuária-floresta e apicultura. “Estes participantes serão multiplicadores, tendo como missão passar o conhecimento adquirido para colegas extensionistas e posteriormente para os produtores”, esclarece, através da assessoria.

Segundo Loffi, a Empaer aposta no sistema de capacitação continuada de seus técnicos. Por isso, a empresa está buscando melhorar a gestão do processo, inclusive, com a nomeação de um representante em cada grupo gestor das principais cadeias produtivas do estado. E acrescenta que esse processo é fundamental para que as tecnologias cheguem até o produtor.

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) aponta que, em 2017, a produção leiteira de Mato Grosso foi de 745,851 milhões de litros para 511,247 mil vacas ordenhadas. A produtividade média foi de 1.458,9 litros por vaca/ano. Rodrigues explica que o Estado ficou dentro da média da região Centro-Oeste, porém 34,55% abaixo da média nacional, que foi de 1.963 litros/vaca/ano. Não foram disponibilizados dados da produção deste ano.

A capacitação faz parte do Programa MT Produtivo – Leite da secretaria estadual de Agricultura Familiar (Seaf).

Só Notícias