Agronotícias

Em disputa com EUA, China aumenta compra de soja mato-grossense

O Ministério da Economia, Indústria, Comércio Exterior e Serviços (Mdic) divulgou os dados de exportação referentes ao mês de fevereiro. Segundo o relatório, Mato Grosso exportou 1,85 milhão de toneladas, cerca de 30% do total enviado ao exterior pelo Brasil (6,09 milhões de toneladas).

Conforme o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), em análise divulgada nesta segunda-feira, foi o melhor início de ano da série histórica de Mato Grosso, com 2,24 milhões de toneladas exportadas nos dois primeiros meses de 2019. O resultado, de acordo com o instituto, se deve ao aumento das compras chinesas, principal destino hoje da soja produzida no Estado.

O gigante asiático aumentou as compras da oleaginosa mato-grossense, de 61,29% em 2018, para 76,66%, em 2019, considerando apenas os dois primeiros meses de cada ano. “Este maior interesse pela soja de Mato Grosso é reflexo direto da disputa comercial entre chineses e americanos, já que, em vez de comprar a soja dos EUA, a China direciona suas aquisições para o Brasil, que é o único capaz de suprir a sua demanda”, afirma o Imea.

Só Notícias/Herbert de Souza (foto: assessoria/arquivo)