Agronotícias

Dobra a quantidade de gado vivo exportado e preço tem leve melhora

O volume de animais em pé exportados pelo Brasil em 2018 praticamente dobrou em relação ao ano anterior. Segundo dados da secretaria de Comércio Exterior (Secex), em 2017, o país embarcou pouco mais de 407 mil cabeças, saltando para 790 mil cabeças no ano passado. Os maiores destinos dos animais brasileiros foram Turquia, Egito e Líbano, justamente países que, geralmente, preferem realizar o abate do gado conforme suas próprias diretrizes.

As exportações brasileiras de animais em pé, além de ocorrerem para fornecer boi para abates específicos, são voltadas também para atender demandantes à procura de gado com boa genética para reprodução, como é o caso do Paraguai. Em relação à arroba, de acordo com pesquisas do Cepea, o Indicador do boi gordo ESALQ/BM&FBovespa registra média de R$ 152,18 nesta parcial de janeiro (até ontem), 1,3% acima da de dezembro passado e 3,8% maior que a de janeiro de 2018, informa o Cepea.

Só Notícias (foto: arquivo/assessoria)